Depois de ganhar prêmio, projeto da UTFPR pode estar com dias contados

Depois de ser reconhecido nacionalmente, inclusive com menção honrosa no I Congresso Nacional de Inovação e Popularização da Ciência, o projeto de fabricação e doação de produtos de limpeza e higiene, idealizado por um grupo de professores, estudantes e colaboradores externos da UTFPR – Universidade Tecnológica Federal do Paraná – campus de Campo Mourão, pode estar com os dias contados.

É o que informa o professor Adriano Lopes Romero, um dos coordenadores do projeto, uma vez que, segundo ele, o espaço físico utilizado de forma provisória no campus da UTFPR, não atende o volume de produção que o projeto tem capacidade de fabricar. 

O professor explica que o grupo está buscando entre os municípios parceiros uma alternativa para a continuidade do projeto, que necessita de um espaço definitivo em Campo Mourão ou nas outras cidades parceiras. “Como a gente não tem uma solução prevista, devemos encerrar a atividade no início do mês de novembro”, informa ele.

De acordo com o professor, apesar do grupo contar com uma quantidade de insumos suficiente para a produção de produtos de limpeza por alguns meses, a falta espaço para o trabalho não possibilita ações futuras. “Infelizmente, apesar de termos insumos para trabalharmos mais alguns meses, a falta de espaço nos obriga a parar”, frisa.

O projeto foi idealizado com o objetivo de contribuir com as ações de enfrentamento à pandemia do coronavírus. “Nossa intenção foi ajudar as pessoas, em especial àquelas de menor poder aquisitivo, a ter um produto para promover a higienização de suas casas e dos seus familiares”, diz o professor.

Segundo ele, até o momento foram doados cerca de 32 mil litros de produtos de limpeza, entre sabão líquido, desinfetante, álcool glicerinado 80%, água sanitária e sabonete líquido. Os produtos foram repassados às  famílias em situação de vulnerabilidade social e Sistema Único de Saúde em Campo Mourão, Quarto Centenário e Rancho Alegre D'Oeste. 

Denominado de “UTFPR – campus Campo Mourão e municípios unidos no combate à disseminação da COVID-19”, o projeto é financiado pela UTFPR e MEC, sendo coordenado pelos professores Rafaelle Bonzanini Romero, Adriano Lopes Romero e Stephani Caroline Beneti da UTFPR. A operacionalização do projeto é realizada com o apoio de estudantes de graduação e de colaboradores externos (Stenio Cristaldo Heck e Leila Isabel da Silva). 

 

Siga nossa página no facebook: facebook.com/gazetagoioere

E nosso Instagram: @gazetagoioere

Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a equipe da Gazeta Regional pelo WhatsApp (44) 3522-2537 ou entre em contato pelo (44) 3522-2537.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.