Goioerê poderá ganhar Companhia Independente da Polícia Militar

O município de Goioerê poderá ganhar uma Copmanhia Independente da Polícia Militar. O assunto foi tratado na sexta-feira passada, pelo assessor especial do governador, Betinho Lima, durante encontro com o comandante geral da Policia Militar do Paraná, coronel Péricles de Matos.

Após analisar a proposta o coronel Péricles se prontificou a fazer uma visita a Goioerê já nesta quarta-feira, dia 15, onde pretende conhecer de perto as instalações da Policia Militar, que hoje atende cinco municípios, todos pertencentes à 2ª CIA do 7º BPM.

A proposta apresentada por Betinho. é de que ao ser instalada em Goioerê, a Companhia Independente agregue os municípios de Goioerê, Moreira Sales, Mariluz, Quarto Centenário e Rancho Alegre D’Oeste, além da inclusão de outras cidades que estão ligadas diretamente à nossa cidade e fazem parte do Batalhão de Campo Mourão, que seriam Janiopolis, Boa Esperança e Juranda.

O coronel Péricles afirmou, na ocasião da visita de Betinho Lima, que Goioerê pode ser uma referência em estrutura da Policia Militar desde que a estrutura hoje existente possibilite a implantação de diversos serviços inerentes à segurança pública. “A cidade é uma referência regional, apresenta uma boa estrutura de segurança e se for vontade de suas lideranças tudo caminha para que o projeto seja viabilizado”, afirmou o comandante.

Betinho Lima está bastante confiante nesta possibilidade de transformar a cidade de Goioerê em uma nova Companhia Independente, uma vez que trará para a cidade novos policiais, novos equipamentos, novas viaturas e a possibilidade de implantação de uma Escola de Formação de Soldados, já que este ano a PM do Paraná, deverá concluir o concurso público autorizado pelo Governador Ratinho Junior.

ROTEIRO: – A visita do comandante geral da PM a Goioerê faz parte do roteiro de encontros com os comandantes regionais de Maringá e Londrina e das unidades operacionais da região para avaliar o impacto do novo coronavirus  na criminalidade e estatísticas criminais.

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.