Chuva e calor: a combinação perfeita  para o aumento dos casos de dengue

As chuvas voltaram e com elas, a preocupação com o número de casos de dengue, cujas notificações aumentam todos os dias em Goioerê.

Para suprimir o avanço da doença, que no ano passado provocou uma epidemia na cidade, a prefeitura está reforçando as ações ofensivas ao mosquito transmissor.

Entre as ações, visitas domiciliares e também em estabelecimentos comerciais, feitas por agentes de endemias. Além de fiscalizar, os agentes orientam a população sobre como prevenir a doença.

Profissionais de saúde de Goioerê dizem que por mais que o Poder Público invista na prevenção, a população tem papel fundamental, visto que a maior parte dos criadouros está dentro das residências, principalmente nas caixas d’água, calhas e lixo mal acomodado.

A combinação de chuva e calor também tem sido motivo de alerta pela saúde. “As condições climáticas, de chuva com calor, somadas ao descuido dos moradores com suas residências, são totalmente propícias ao desenvolvimento do mosquito transmissor da dengue. É preciso que todos colaborem”, diz a secretária de Saúde, Célia Borges.

É bom lembrar que existem quatro tipos do vírus da dengue: o DEN-1, o DEN-2, o DEN-3 e o DEN-4. Quem já teve a doença causada por um deles não registra novo episódio da doença com o mesmo tipo. Ou seja, quem já teve dengue devido ao DEN-1 só pode ter novamente se ela for causada pelos tipos 2, 3 ou 4.

“E é aí que está o perigo. Na reincidência, os sintomas se manifestam com mais severidade e é mais provável o desenvolvimento da dengue hemorrágica”, alertam profissionais da saúde.

 

Siga nossa página no facebook: facebook.com/gazetagoioere

E nosso Instagram: @gazetagoioere

Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a equipe da Gazeta Regional pelo WhatsApp (44) 3522-2537 ou entre em contato pelo (44) 3522-2537.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!