Sanepar atendeu reivindicação de Betinho Lima e esteve em Goioerê para discutir projetos

O prefeito Betinho Lima se reuniu na última semana em Curitiba com o presidente da Sanepar Claudio Stabile quando discutiu dois importantes assuntos: ampliação da rede de esgoto e resolver o problema de famílias que estão tendo problemas com fossas sépticas nos bairros Cristo Rey, Bela Vista e Jardim Tropical.
Nesta reunião o presidente da Sanepar Claudio Stabile explicou que a instituição está licitando um amplo projeto para ampliação de rede de esgoto e que contemplará Goioerê. Também está em fase de elaboração um segundo projeto para obras de baixa elevação nos bairros que estão com problemas com as fossas, e assumiu compromisso em atender o município.
Como resultado dessa reunião, o prefeito Betinho Lima recebeu nesta quarta-feira, 3, a visita dos gerentes regionais da Sanepar de Campo Mourão, Grazielly Carvalho, Aurelio Marques, José Carlos Barboni e Aracelis Stela que apresentaram ao prefeito todo projeto que a Sanepar tem para Goioerê.
O prefeito levou a equipe para conhecer de perto o problema que envolve fossas sépticas no bairro Cristo Rey, e obriga famílias a conviverem diariamente com o cheiro forte dos dejetos que retornam pelos ralos e fossas que se enchem pela baixa profundidade.
“Pedi uma atenção especial para o presidente da Sanepar, Claudio, porque são famílias que sofrem com este problema que é uma questão de saúde pública” – disse o prefeito à gerente regional da Sanepar de Campo Mourão, Aracelis, na visita que realizaram no Cristo Rey.
Aracelis explicou ao prefeito que a Sanepar não tem como desmembrar o projeto que está sendo elaborado para construção de baixa elevatório. “A Sanepar licita uma empresa que executa um pacote de projetos, e entre eles está o de Goioerê” – explicou Aracelis, que salientou ao prefeito que recebeu a orientação de dar uma atenção especial ao município de Goioerê.
A gerente da Sanepar ainda explicou que será um projeto com previsão de ser executado em 3 anos, por se tratar de uma obra muito grande. O próprio projeto técnico tem previsão de ficar pronto em 2022, e após este prazo, passar por licitação e entrar no planejamento de investimentos da Sanepar.
Aracelis fez questão de salientar que todo projeto tem prazo de mais de 5 anos para ser executado, mas que pelo trabalho do prefeito Betinho em reivindicar essa obra junto ao presidente da Sanepar, ela poderá ser priorizada e antecipada para 3 anos, o que resolverá em definitivo o problema.
O prefeito Betinho Lima enfatizou que são mais de 200 famílias esperando uma resposta da Sanepar. “Ficamos ansiosos em querer resolver logo o problema, mas entendemos que existem prazos. Em meus 4 anos vou lutar para resolver, se não todo, parte deste problema e ampliar a rede de esgoto de Goioerê que tem 55% da cidade coberta e queremos avançar em pelo menos mais 20%, atingindo de 75 a 80% das casas com rede de esgoto porque isso é saúde pública, é qualidade de vida” – disse o prefeito a toda a equipe da Sanepar que esteve em Goioerê.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!