Prefeito acata recomendação do MP e comércio de Goioerê segue fechado

 

O prefeito Betinho Lima, disse em pronunciamento através de live, feita agora há pouco, que a prefeitura vai acatar a recomendação do Ministério Público, para que o comércio de Goioerê siga fechado até a madrugada de quarta-feira, conforme determina decreto do governo estadual. Na sexta-feira a prefeitura divulgou comunicado informando que nesta segunda-feira o comércio seria reaberto, mas apenas das 9 às 17 horas.

Neste domingo, por volta das 17 horas, o Ministério Público, através da Promotora Simone Berci Françolin, recomendou ao prefeito rever sua decisão. Segundo o Ministério Público, a recomendação deve ser acatada em razão do risco iminente do colapso do sistema de saúde da cidade, que conta apenas com 10 leitos de UTI, número insuficiente para atender a demanda local e regional.

Durante sua fala, o prefeito disse que não poderia tomar outra decisão a não ser acatar a recomendação do MP, pois é obrigação dele, como gestor, zelar pela vida. “Não posso me omitir, vou ficar com o decreto do governador e a recomendação do MP”, disse ele, citando que o momento é de tomar decisão e que a decisão é salvar vida.

O decreto estadual, publicado na sexta-feira da semana passada, conta com medidas que restringem a circulação de pessoas e inclui o fechamento do comércio, bem como a implantação do chamado toque de recolher, que deve acontecer das 20 horas às 5 da manhã. O objetivo é a contenção do vírus da Covid-19.

Ainda durante sua fala, o prefeito disse precisar da colaboração da população, pois ele não pode ser responsável sozinho pela vida de toda a população. “Eu preciso do apoio da comunidade, dos empresários e de toda a população, pois mais uma vez eu digo, a decisão que estamos tomando é pela vida”, frisou.

O prefeito lembrou que somente nesta semana, 152 pessoas foram atendidas com suspeita de Covid no setor de saúde de Goioerê. “Eu peço a vocês empresários e comerciantes, tenham paciência, são só mais dois dias, depois vai voltar tudo ao normal”, apelou ele, citando que a vida não tem preço e que é preciso zelar por ela.

O pronunciamento do prefeito foi feito ao lado dos vereadores Fabiano Barboza e Luci Alvino. Também esteve presente a secretária de Saúde, Gabriela Martins.

De acordo com o Ministério Público, enquanto a rede municipal de saúde não estiver completamente estruturada para receber pacientes de Goioerê e outros municípios da região, as medidas de isolamento devem ser mantidas, por serem as mais eficazes para conter o avanço da covid-19 neste momento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.