Assentamentos do MST doam 340 cestas de alimentos a famílias do noroeste do Paraná

Arroz, feijão, milho verde e produtos derivados do leite e da cana fizeram parte das 340 cestas de alimentos da Reforma Agrária entregues a famílias de Loanda e Santa Isabel do Ivaí, noroeste do Paraná, neste domingo (28). As mais de 7 toneladas (7 mil quilos) de produtos foram doadas por 12 assentamentos do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) da região. 

Os alimentos frescos como mandioca, abóbora, verduras e frutas vieram direto das lavouras dos camponeses para as mãos de quem mais precisa na cidade. A entrega de alimentos industrializados como arroz, açúcar mascavo, melado e derivados de leite também é fruto da Reforma Agrária e da organização das famílias assentadas por mais de duas décadas na região. Parte das cestas também recebeu sabão caseiro produzido pelas comunidades, item importante para a prevenção da covid-19.

As sacolas de alimentos chegaram a pessoas como Millena Santos Souza, de 24 anos, que foi receber a doação acompanhada da mãe e com o filho pequeno no colo. “Meu marido está desempregado há 3 meses. O dinheiro que a gente recebe do auxílio [emergencial] não é o suficiente pra fazer compra, comprar fralda, lenço, pomada, remédio e pagar todas as contas. Ou é uma coisa, ou outra. Ou a gente paga as contas, ou a gente compra comida”, desabafa. 

A ação deste domingo integra uma campanha nacional do MST em solidariedade a quem passa por dificuldades de garantir o sustento neste contexto de pandemia do coronavírus e de políticas insuficientes do governo federal. No Paraná, as famílias Sem Terra completaram 244 toneladas de alimentos doados desde o início da quarentena.

Reforma Agrária para enfrentar a fome 
Pedro Faustino, integrante da coordenação do MST, reafirma a solidariedade como um valor cultivado pelo Movimento e ampliado neste contexto de extrema dificuldade para milhões de brasileiros e brasileiras. “Por outro lado, pedimos, exigimos que a Reforma Agrária seja efetivada, que os acampamentos sejam transformados em assentamentos, porque os resultados nós estamos vendo, são nítidos e claros nessas ações que estamos fazendo de oferecer alimentos saudáveis à população”, enfatizou o agricultor. 

No início de junho, o MST lançou um Plano Emergencial de Reforma Agrária Popular com um conjunto de medidas para enfrentar a fome durante este período de crise profunda que o país atravessa. Entre as propostas está o fim dos despejos, tanto para evitar que mais famílias passem a enfrentar a fome, quando para garantir a ampliação da produção de alimentos.   

Somente em 2019, o governo do Paraná executou nove despejos de comunidades Sem Terra no estado. Mais de 500 famílias que garantiam renda e auto-sustento a partir do trabalho na terra entraram nas estatísticas do desemprego e da vulnerabilidade nas áreas urbanas. 

Ação conjunta
As doações desde domingo ocorreram sem aglomerações e com o reforço sobre a necessidade do uso de máscara e de higienização das mãos. Isso foi possível pela organização coletiva, desde a arrecadação dos alimentos até a entrega. 

As comunidades que participaram da ação foram os assentamentos Milton Santos, de Planaltina do Paraná; Ilgo Luiz Peruzzo, de Santa Mônica; Companheira Roseli Nunes, de Amaporã; Margarida Alves, Pontal do Tigre, Che Guevara, Luiz Carlos Prestes, Antônio Tavares e Sebastião da Maia, todos de Querência do Norte; 17 de Abril e Paraná, ambos de Santa Cruz de Monte Castelo, e Santa Maria, de Paranacity. Para a maior parte das comunidades, esta é a segunda vez que estão se somando a doações durante a pandemia.

Também participaram da ação a Pastoral da Juventude Rural de Querência do Norte e lideranças de bairros. Para as entregas em Loanda, o MST contou com a Associação de Recuperação de Alcoólatras (ARA), que cedeu o salão da entidade. Em Santa Isabel do Ivaí, a distribuição ocorreu na Associação dos Funcionários Municipais.

2 thoughts on “Assentamentos do MST doam 340 cestas de alimentos a famílias do noroeste do Paraná

  • 05/02/2022 em 06:23
    Permalink

    An impressive share, I merely given this onto a colleague who had been performing a small analysis within this. And the man in fact bought me breakfast since I ran across it for him.. smile. So let me reword that: Thnx for your treat! But yeah Thnkx for spending any time to talk about this, I’m strongly over it and love reading read more about this topic. When possible, as you grow expertise, do you mind updating your blog with an increase of details? It truly is extremely useful for me. Massive thumb up in this article!

  • 12/02/2022 em 18:35
    Permalink

    I discovered your weblog website on google and examine just a few of your early posts. Continue to keep up the very good operate. I simply further up your RSS feed to my MSN Information Reader. In search of forward to studying extra from you afterward!…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.