Vereadores do PP se mobilizam em favor da emancipação do Campus do IFPR de Goioerê

Vereadores do PP – Partido Progressista – deram um passo importante nesta sexta-feira, dia 09, na busca de apoio pela emancipação do Campus Avançado do IFPR – Instituto Federal do Paraná em Goioerê.

Helton Maia e Márcio Lacerda entregaram para a assessoria do deputado federal Ricardo Barros, ofício que solicita o empenho do parlamentar no sentido de promover as tratativas necessárias que possam resultar em sucesso a luta encampada pelo PP ainda em 2017.

De acordo com o vereador Márcio Lacerda, é preciso aproveitar o momento, uma vez que o deputado Ricardo Barros é o atual líder do governo na Câmara, o que facilita a derrubada de possíveis entraves à tão sonhada conquista de emancipar o Campus do IFPR de Goioerê. “O deputado Ricardo Barros é um político influente em Brasília e nós precisamos aproveitar esse bom momento dele”, disse.

O vereador Helton Maia cita que além do pedido do PP, o prefeito Betinho Lima tem reforçado a solicitação, inclusive dando todo suporte através do município, para que a emancipação aconteça. “Prefeito, vereadores e PP estão alinhados, buscando um mesmo objetivo. Creio que vai dar certo e muito em breve poderemos celebrar essa vitória”, cita.

COMITIVA: – Segundo os vereadores, ficou acertado que na próxima sexta-feira, dia 16, uma comitiva composta pelo prefeito Betinho Lima, direção do IFPR e vereadores, se encontrará com o deputado Ricardo Barros para dar continuidade às discussões sobre a proposta. “A expectativa é muito boa. Estamos otimistas”, diz o vereador Márcio Lacerda.

DIREÇÃO DO PP: – A luta pela emancipação do IFPR de Goioerê, é uma das bandeiras antigas da direção do PP. “Na verdade é uma luta que começou lá trás, ainda com o vice-prefeito Ernani Leite e que agora segue com os nossos vereadores. Estamos empenhados e crendo que os resultados serão positivos”, diz o vice-presidente do partido, o advogado Fernando Martins.

BENEFÍCIOS: – O diretor do IFPR de Goioerê, professor Marcos Rosa, cita que em caso de emancipação do Campus, os benefícios são muitos, começando com o aumento gradativo da oferta de vagas para estudantes nos cursos técnicos e superior, de acordo com a demanda da comunidade local e regional.

Outro fator importante, segundo o diretor, é o aumento do quadro de servidores, podendo chegar a até 70 professores e cerca de 40 técnicos administrativos, além da ampliação da estrutura física com a construção de novos blocos didáticos, o que vai possibilitar oferecer local de estudos adequados aos estudantes.

 

Siga nossa página no facebook: facebook.com/gazetagoioere

E nosso Instagram: @gazetagoioere

Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a equipe da Gazeta Regional pelo WhatsApp (44) 3522-2537 ou entre em contato pelo (44) 3522-2537.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.