Coamo: 50 anos com homenagens a fundadores e lançamento de livro

Uma solenidade na sede da Coamo, realizada nesta sexta-feira, dia 27, marcou as comemorações da passagem dos 50 anos da cooperativa. Na oportunidade, foram prestadas homenagens aos sócios fundadores, que receberam troféus e também um livro contando a história da empresa.

O evento foi restrito e contou com a participação de poucas pessoas, por causa da pandemia, mas foi muito emocionante e elogiado pelos homenageados. “A gente só tem que agradecer, pois a Coamo foi uma empresa que nos incentivou e muito nestes cinquenta anos”, disse João Teodoro Oliveira Sobrinho, um dos fundadores da cooperativa.

Durante sua fala, o presidente do Conselho de Administração da Coamo, José Aroldo Galassini, disse da emoção de celebrar os 50 anos da cooperativa. “Confesso que estou bastante emocionado, pois hoje é um dia histórico, quando a Coamo completa seus 50 anos. Começamos do zero e hoje somos a maior empresa do Estado do Paraná. Não é para qualquer um”, disse.

Hoje, a Coamo conta com 29.430 cooperados que juntos fizeram dela a maior cooperativa agrícola da América Latina. “Somos uma empresa muito organizada, sem crise administrativa e sem crise econômica”, ressaltou Galassini. A Coamo tem 79 fundadores. “Muitos estão vivos, alguns passaram para os filhos e outros foram embora e perdemos o contato”, emendou.

Ainda durante sua fala, Gallassini ressaltou que apesar da pandemia da Covid-19, este está sendo o melhor ano da história da Coamo em volume de produção e de faturamento, devendo ultrapassar R$ 18 bilhões e sobras de R$ 138 milhões. “Somos uma empresa com 29.430 donos que usufruem dos resultados. Estou muito feliz em poder comemorar 50 anos de Coamo”, disse.

Presente na solenidade, o presidente executivo da Coamo, Airton Galinari, frisou que a prospecção para os próximos anos é de mais investimentos em todas as unidades da cooperativa para o seu fortalecimento e crescimento. Ele destacou ainda, que todas as unidades da Coamo, espalhadas em vários estados e municípios, receberam algum tipo de investimento.

Galinari disse que é preciso continuar investindo para acompanhar o ritmo. “Não podemos parar se não somos ‘engolidos pelo’ mercado”, destacou, ao dizer que entre os segredos para o sucesso da cooperativa está o investimento em pessoas e o envolvimento de todo o quadro social e funcional. “Acho que este é o segredo desde o começo”, frisou.

BUSTO: – Ao final da solenidade, foi inaugurado um busto em homenagem ao presidente Aroldo Galassini, idealizador da Coamo. O busto foi colocado na entrada principal da cooperativa em Campo Mourão.

   

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.