Novas profissões autônomas conquistam espaço em 2021

Photo |Profissões autônomas como agentes de investimento estão em alta em 2021

Escolher uma carreira não é tarefa fácil. Felizmente as carreiras autônomas estão conquistando cada vez mais espaço e em 2021 existem diversas opções disponíveis para todo tipo de profissional.

Setor financeiro conta com uma demanda crescente de profissionais

Com o lançamento de cada vez mais empresas voltadas para a realização de investimentos e fintechs atraindo clientes até mesmo das classes C e D, um dos profissionais que mais está em demanda em 2021 é o assessor ou agente autônomo de investimentos.

Os agentes autônomos se dedicam a ajudar os clientes a cumprir suas metas financeiras por meio de recomendações sobre investimentos, hipotecas, economias, planejamento patrimonial, impostos e muito mais.

Para se destacar o profissional precisa ter tanto habilidades sociais para saber lidar com os clientes quanto habilidades matemáticas para conectá-los com os melhores produtos financeiros de acordo com suas necessidades, o que torna essa profissão atraente principalmente para quem gosta de assessorar seus clientes a tomar decisões importantes com impactos significativos em suas vidas.

Os agentes devem construir a confiança dos clientes e ouvir e compreender suas necessidades e muitas vezes isso envolve trabalhar mais horas pode semana que o normal, mas dependendo do volume dos investimentos as recompensas financeiras também são muito maiores.

Outro pronto é que é possível trabalhar de qualquer lugar, sendo necessário apenas um computador seguro com uma boa conexão com a internet para acessar as diferentes plataformas disponíveis e realizar reuniões com os clientes.

Além do diploma em economia ou administração, muitas vezes esses agentes também se especializam através de diversos cursos para garantir que suas recomendações são as melhores possíveis e o estudo de outras línguas e mercados, é muito encorajado nesse meio.

Competidores de poker online também cresceram de forma significativa

Uma das profissões autônomas que mais cresceu em 2021 foi a do competidor profissional de poker. Acostumados a trabalhar de forma virtual desde o advento da internet, que permitiu o acesso até mesmo a torneios internacionais, esses profissionais contam com diversas dicas inteligentes para trabalhar em casa.

Mesmo com um cômodo dedicado, nem sempre é factível contar com um ambiente tranquilo e livre de distrações para trabalhar, então uma das principais dicas desses competidores é encontrar um lugar em que o profissional se sinta confortável.

Por exemplo, o brasileiro “LFFF22”, que conquistou o primeiro lugar de um evento do SCOOP 2020 para embolsar 350 mil dólares, disse que mantém um espaço próprio para o poker separado do espaço para seu emprego de marketing tradicional para que ele consiga separar as coisas e se concentrar na mesa.

Inclusive, um dos principais atrativos do poker como uma profissão é a possibilidade de manter uma carreira tradicional enquanto se disputa competições e torneios oficiais online de qualquer lugar do mundo.

Não é necessário ter qualquer tipo de diploma para começar a jogar, mas assim como ocorre com o agente autônomo de investimentos, é preciso ter um computador ou notebook com conexão com a internet para acessar as principais plataformas onde ocorrem os torneios.

Photo | Maioria das profissões só depende de um computador ou notebook para desenvolver a rotina de trabalho

Desenvolvedores de software também estão em alta

O programador ou desenvolvedor de software é outro dos principais profissionais autônomos que estão em alta. Profissão que envolve desde a criação de aplicativos até sites ou programas de todos os tipos, ela é voltada principalmente para pessoas com grande capacidade de raciocínio lógico e analítico.

Atualmente os softwares são onipresentes na vida cotidiana e de verificar saldos de contas bancárias, conectar-se com amigos nas redes sociais, pedir comida e até mesmo traduzir arquivos PDF, todo mundo tira proveito do trabalho realizado por desenvolvedores de software.

Muitos desenvolvedores entram na profissão com um diploma de bacharel em ciência da computação, engenharia de software ou área relacionada e todos devem estar familiarizados com programação de computadores.

Entretanto, a alta demanda por novos aplicativos e software de maneira geral aliada ao déficit de profissionais especializados têm feito com que cada vez mais empresas contratem profissionais que realizaram cursos técnicos voltados para o ingresso rápido no mercado de trabalho.

Assim como o agente autônomo de investimentos e o competidor de poker, aqui também é necessário contar com um notebook para realizar a profissão da forma adequada.

Inclusive, é necessário até mesmo um equipamento com requisitos técnicos muito mais robustos que o tradicional para que o desenvolvimento do software ocorra da forma mais rápida possível.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!