Sem aviso, Coelho demite 60 servidores da educação

Pelo menos 60 servidores que atuavam como estagiários da educação em Goioerê, foram demitidos na tarde desta segunda-feira pelo prefeito Pedro Coelho. A ação gerou revolta entre os servidores, que alegam ter sido pegos de surpresa. A justificativa de Coelho, segundo os servidores, seria a queda na arrecadação, devido á pandemia do coronavírus.

Diante da notícia, o que se viu foram não só servidores, mas familiares dos mesmos desesperados, em especial por conta do período crítico que o País está atravessando. Muitos reclamam que têm compromissos a serem honrados com o salário que recebiam mensalmente.

O vereador ‘Joaquim da Ambulância’ lamentou a decisão do prefeito Pedro Coelho. “Falta de sensibilidade num momento que exige solidariedade”, destacou o parlamentar.

Quem também lamentou foi o vereador Agilson Flausino. “Pelo menos podia ter avisado antes e ter dado um prazo para que essas pessoas se organizassem”, frisou.

 Leia mais na edição impresa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!