Lideranças de Goioerê pedem apoio de Ricardo Barros para tornar IFPR independente

Lideranças políticas de Goioerê, capitaneadas pelo prefeito Betinho Lima e o vice ‘Doutor Adilson’, estiveram em Maringá nesta sexta-feira, para uma audiência com o deputado federal e líder do governo na Câmara, Ricardo Barros.

Na oportunidade, as lideranças pediram o apoio do parlamentar, visando a transformação do Campus do Instituto Federal local – IFPR – em Campus Independente. “Podem contar com meu apoio. Vamos tentar contribuir com mais esta conquista para a região”, disse o deputado.

De acordo com o vereador Márcio Lacerda, uma das lideranças do PP de Goioerê, é preciso aproveitar o momento, uma vez que o deputado Ricardo Barros, além de ser o líder do governo na Câmara é um dos parlamentares mais influentes do Congresso Nacional. “Isso acaba facilitando e abrindo portas”, disse o vereador. “Nós precisamos aproveitar esse momento”, acrescentou.

O vereador Helton Maia, também do PP, lembra que essa é uma luta antiga do partido em Goioerê, iniciada com o vice-prefeito Ernani Leite e que agora começa a mostrar uma luz no fim do túnel. “Agora sim, estamos falando com as pessoas certas. O deputado Ricardo Barros é o líder do governo e, além disso, goza de prestígio nos mais diversos ministérios. Creio que estamos no caminho certo”, comentou.

O prefeito Betinho Lima disse ter voltado feliz de Maringá, uma vez que o deputado Ricardo Barros acenou de forma positiva em ajudar a resolver a questão. “Sem dúvida estamos no caminho certo. O Ricardo vai nos ajudar, podem ter certeza disso”, destacou.

Em caso de emancipação do Campus do IFPR de Goioerê, os benefícios serão muitos, começando com o aumento gradativo da oferta de vagas para estudantes nos cursos técnicos e superior, de acordo com a demanda da comunidade local e regional.

Outro fator importante será o aumento do quadro de servidores, podendo chegar a até 70 professores e cerca de 40 técnicos administrativos, além da ampliação da estrutura física com a construção de novos blocos didáticos, o que vai possibilitar oferecer local de estudos adequados aos estudantes.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.