Copacol: presidente Pitol visita abatedouro de peixes em Toledo

Considerada a maior produtora de tilápias da América do Sul, a Copacol inicia oficialmente nesta segunda-feira, dia 5, as atividades na Unidade Industrial de Peixes em Toledo. A estrutura recém-adquirida passou por uma adequação e retoma a industrialização. Os mais de 200 colaboradores serão recepcionados, com as devidas precauções para evitar a contaminação por Coronavírus.

Inicialmente o abate médio será de 20 mil tilápias/dia, no entanto, será elevado para 100 mil tilápias abatidas por dia, até 2023. A unidade industrial de Toledo fica em uma área de 57 mil metros quadrados na estrada rural de acesso ao Distrito de São Luís do Oeste. No sábado, o diretor-presidente da Copacol, Valter Pitol, o diretor vice-presidente, James Fernando de Morais, e o diretor secretário Silvério Constantino verificaram as instalações.

A aquisição da nova unidade industrial faz parte de um plano estratégico para ser implantado até 2023 com o propósito de atender a demanda do mercado e proporcionar oportunidades de emprego e renda. “O modelo de integração que implantamos na produção de tilápia é uma grande referência no Brasil. O sistema é o mesmo que já temos na avicultura e na suinocultura. Fornecemos assistência técnica, alevinos, ração. Com nossa estrutura de mercado buscamos uma melhor comercialização dos nossos produtos. A Copacol tem como missão a excelência da produção de alimentos e também a valorização dos produtores”, explica o presidente da Copacol, Valter Pitol.

A unidade industrial foi adquirida por R$ 62 milhões e abriu a possibilidade de novos produtores aderirem ao sistema integrado de peixes da Copacol.

Em setembro deste ano, a Cooperativa iniciou a exportação de filés de tilápia para Miami, Estados Unidos. As cargas são transportadas semanalmente. Após a industrialização, o alimento chega em 48 horas até os consumidores norte-americanos.

Qualidade: O consumo da tilápia se mantém de maneira positiva no mercado nacional, em função dos valores nutricionais e pela versatilidade do produto que ganhou espaço ao longo destesanos de atuação da Copacol na piscicultura.

Prestes a completar 57 anos de existência, a Copacol é referência na piscicultura – atividade implantada há 13 anos pela Cooperativa, atualmente reconhecida como a maior produtora de tilápias da América do Sul. Em Nova Aurora fica a Unidade Industrial de Peixes – uma das mais modernas do País – produz 140 mil tilápias ao dia. Em 2019 foram industrializados 42 milhões de peixes.

A Copacol: Destaque entre as cooperativas nacionais, a paranaense Copacol possui mais de seis mil agricultores cooperados, 14,5 mil colaboradores, com um faturamento anual de R$ 4,4 bilhões. Além de tilápia, a Cooperativa tem forte envolvimento com a avicultura, produção de grãos, suinocultura e bovinocultura de leite. (Fonte: Viver Toledo).

 

 

Siga nossa página no facebook: facebook.com/gazetagoioere

E nosso Instagram: @gazetagoioere

Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a equipe da Gazeta Regional pelo WhatsApp (44) 3522-2537 ou entre em contato pelo (44) 3522-2537.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.