Triste realidade: cada vez mais pessoas em todo o mundo descobrem ter câncer

O câncer é a segunda maior causa de mortes no mundo e segundo especialistas, até 2030, deve ser a primeira.

Entre os sintomas mais comuns da doença estão cansaço, caroços e dores inexplicáveis, mas tudo depende do estágio e da localização do tumor.

Preocupados com o avanço da doença, autoridades de saúde têm buscado discutir os tipos mais comuns de câncer, as formas de tratamento, o que pode ser feito para combatê-los, e, principalmente, os percalços da realidade brasileira, agravados pela pandemia.

CLIQUE E RECEBA AS NOTÍCIAS DE GOIOERÊ E REGIÃO NO WHATSAAP

Segundo os médicos, a doença se caracteriza pelo crescimento descontrolado de células anormais, com muitos deles estando associados ao estilo de vida, e uma pequena parte é hereditária.

SIGA NÓS NO INSTAGRAM

Os sintomas variam de acordo com o órgão ou sistema afetado pelo câncer, mas alguns podem ser mais genéricos.

Nas mulheres, o tipo de câncer mais comum é o de mama, seguido pelo de pele. Segundo os especialistas, a detecção de um nódulo pode ser um indicativo, mas certeza mesmo só com a realização de exames mais aprimorados. A orientação é que se realize uma mamografia.

Já nos homens, o tipo de câncer mais comum é o de próstata, que representa quase 1/3 dos casos. Segundo dados recentes, são mais de 65 mil novos casos de câncer de próstata por ano. A segunda maior incidência entre homens é a de câncer de pulmão, um tipo muito agressivo. Em 2016, 86% dos casos foram detectados somente em estágio avançado.

FALTA DE TRATAMENTO: O maior problema para quem tem a doença, é que essas pessoas não têm conseguido acessar o tratamento adequado no tempo adequado.