Suinocultura Digital: Copacol destaca uso de medicamentos

Os cooperados da Copacol participaram de mais uma edição da Suinocultura Digital, evento on-line sobre o uso racional de antibióticos na atividade, pelo Canal oficial no Youtube.

A abertura foi feita pelo supervisor da integração suínos e leite, Caio Domingues de Macedo, com explanação do assunto pela médica veterinária da Copacol, Glaci Adelia Kasper Ertel, que é sanitarista de terminação e mestranda em patologia animal pela Universidade Federal do Paraná.

Entre os vários assuntos abordados, a médica veterinária destacou sobre os manejos diários para identificação de patologias, a aplicação correta dos medicamentos, tratamento adequado para cada doença, e demais cuidados com os animais.

“Hoje, o suíno tem um grande potencial genético, exige uma alta performance do animal e com isso ele tem predisposição maior para doenças, principalmente respiratórias. Por isso, o manejo diário precisa ser diferenciado, respeitar todas as normas e alicerces de produção animal, assim garantimos excelência nos demais processos e a qualidade da carne que o consumidor procura”, afirma Glaci.

O Brasil é considerado o 4º maior produtor de carne suína e o 4º maior exportador. Isso faz com que a busca por melhores manejos com foco nas boas práticas de produção animal seja cada vez mais intensa, como é o caso da Copacol, que hoje envia para a Frimesa uma média mensal de 28.500 suínos.

“As boas práticas de manejo interferem diretamente na qualidade do produto, por isso, a Copacol está sempre disposta a auxiliar e orientar o produtor quanto a aplicação correta dos medicamentos e os cuidados quanto a carência para abate. São as informações das medicações anotadas na ficha do lote que garantem a liberação para abate dos animais”, orienta Glaci.

Os produtores também foram orientados sobre a o local correto de aplicação dos medicamentos – quando injetáveis, a armazenagem dos produtos e materiais utilizados nos manejos, além das boas práticas de conservação, como a limpeza diária dos equipamentos e lubrificação, cuidados com as agulhas em uso e o correto descarte dos materiais.

Para finalizar, o supervisor da integração suínos e leite, Caio Domingues de Macedo, reforçou o compromisso da Cooperativa quanto as visitas técnicas às propriedades e toda a assistência ao cooperado. “Nós teremos algumas mudanças no cronograma de visitas, intensificando a assistência ao produtor. Nossa proposta é auxiliar no dia a dia da atividade, na tomada de decisões, cumprimento de metas e conjunto de ações, alcançando assim, resultados cada vez melhores”, conclui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.