Servidores públicos que receberam auxílio emergencial terão de devolver dinheiro

Todos os servidores públicos municipais, que receberam o auxílio de R$ 600,00, terão que devolver o dinheiro. A determinação é o Tribunal de Contas do Estado e também da Controladoria Geral da União.

Em Goioerê, 7 servidores contam da lista dos que receberam o auxílio indevidamente. Em Moreira Sales são 56 e em Quarto Centenário, 12. Em Rancho Alegre D’Oeste 16 servidores receberam o auxilio.

Em comunicado enviado aos prefeitos destes municípios, o Tribunal de Contas lembra que os agentes públicos que omitirem essa informação para receber indevidamente o benefício cometeram os crimes de estelionato e falsidade ideológica – já que ao fazer o cadastro, o interessado tinha que declarar que não possuía vínculo de trabalho com órgão público.

O Tribunal também alerta que cada município deve analisar as possíveis infrações disciplinares cometidas por seus servidores neste caso.

Para fazer a devolução do dinheiro, através do canal eletrônico criado pelo Ministério da Cidadania para a devolução de valores recebidos indevidamente, no seguinte endereço eletrônico: devoluçãoauxilioemeergencial.cidadania.gov.br

One thought on “Servidores públicos que receberam auxílio emergencial terão de devolver dinheiro

  • 05/02/2022 em 03:57
    Permalink

    I would like to voice my gratitude for your kind-heartedness giving support to individuals that should have assistance with in this situation. Your real dedication to getting the solution along had become astonishingly helpful and has in most cases helped somebody much like me to get to their desired goals. Your new warm and friendly report signifies so much to me and additionally to my office workers. Thank you; from everyone of us.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.