Sanepar e Klabin capacitam 250 professores municipais no tema segurança hídrica

Uma parceria entre a Sanepar e o Programa Klabin Caiubi, das indústrias Klabin, reúne em Telêmaco Borba, nos Campos Gerais, 250 professores para uma capacitação sobre o tema segurança hídrica. Divididos em quatro turmas, o programa abrange professores da rede pública de ensino fundamental dos municípios de Curiúva, Imbaú, Ortigueira, Pitanga, Reserva, Sapopema, Tamarana, Telêmaco Borba e Ventania.

Os dois primeiros grupos participaram das atividades nestas segunda e terça-feira (13 e 14), no Parque Ecológico da Klabin. Os próximos encontros estão programados para os dias 20 e 21 de maio. A ideia é que os professores levem o conteúdo para as salas de aula.

A gestora de Educação Socioambiental da Sanepar, Crislaine Mendes, destaca que a segurança hídrica é um tema de grande interesse e de responsabilidade de toda a sociedade. “Quando falamos em segurança hídrica, falamos de uma gestão sustentável da água, nos referimos a garantir a sua disponibilidade em quantidade e qualidade para a sobrevivência das espécies que habitam o planeta, e também das atividades produtivas que fazem uso desse recurso tão precioso”, afirma.

Ela explica que monitorar, reduzir, controlar, adequar e aprimorar os usos e processos deve ser um esforço coletivo e contínuo para promover a segurança hídrica. Isso envolve desde os hábitos de consumo e produção, adaptações às mudanças climáticas e iniciativas sustentáveis para a preservação dos recursos hídricos.

As atividades de Capacitação de Facilitadores em Saneamento estão alinhadas aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), das Nações Unidas, dos quais as duas empresas são signatárias. A capacitação é ministrada pelas gestoras de Educação Socioambiental da Sanepar Crislaine Mendes, Andrea Cristina Fontes Silva e Luciana Garcia, com apoio da equipe do Programa Klabin Caiubi.