Novo decreto limita horário de funcionamento do comércio e fecha praças em Goioerê

Para intensificar o combate à Covid-19, que vem avançando no município, com o registro diário de novos casos, o prefeito Pedro Coelho baixou decreto, que entra em vigor nesta sexta-feira, dia 27, prevendo medidas mais restritivas para conter aglomerações e circulação de pessoas em praças e setores do comércio.

De acordo com o decreto, o comércio em geral – lojas e supermercados – só poderão contar com 50% da capacidade de lotação no seu interior. O mesmo vale para bares, lanches e lanchonetes.

Ainda de acordo com o decreto, estes estabelecimentos não mais poderão colocar mesas nas calçadas, na parte externa de seu ambiente. O funcionamento vai até às 22 horas. Após este horário, o estabelecimento poderá ser multado.

CONDICIONAL: Também está proibido as lojas oferecem produtos condicionais aos seus clientes, como roupas e calçados, por exemplo.

MÁSCARA: – O decreto também prevê a obrigatoriedade do uso de máscara. Em caso de descumprimento, o infrator vai pagar multa de R$ 500,00.

ESPORTES: – As competições esportivas estão liberadas, desde que não haja torcidas. As praças públicas serão fechadas e fica proibida a presença de pessoas nestes locais.

IGREJAS: – O funcionamento das igrejas para a realização de cultos e missas, também está liberado, desde que a programação seja no máximo de uma hora e quinze minutos. Shows estão proibidos.

UTI LOTADA: – A medida foi tomada pelo prefeito Pedro Coelho depois de reunião do Comitê de Enfrentamento à Covid. A UTI de Goioerê, que conta com 10 leitos, está lotada. A enfermaria – ala Covid – com 17 leitos, também está lotada. A situação se agrava a cada dia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.