Médicos defendem lockdown urgente no Paraná: “estamos esgotados”, dizem eles

Médicos do Paraná, representados pelo Simepar (Sindicato dos Médicos no Estado do Paraná), defendem um lockdown urgente e de pelo menos duas semanas para conter o avanço da covid-19.  A informação é do portal de noticias Banda B.
De acordo com o site, o sindicados dos médicos se mostra totalmente contrário à retoma das aulas presenciais e a reabertura dos serviços não essenciais, que aconteceram nesta quarta-feira (10).

Segundo a entidade, a medida terá um efeito ainda mais devastador na tentativa de diminuir o colapso no sistema de saúde. De acordo com a Secretaria de Estado da Saúde, cerca de 1,2 mil pacientes aguardam na fila por uma vaga em UTI e enfermaria Covid. (Informações: BandaB).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!