Governo do Paraná começa a entregar 50 mil tablets para uso de alunos da rede estadual

O governador Carlos Massa Ratinho Junior entregou nesta terça-feira (13) o primeiro lote dos novos tablets comprados para os estudantes da rede estadual de ensino. Essa primeira entrega envolveu 18,2 mil unidades, de um total de 50 mil tablets adquiridos. As demais 31,8 mil devem chegar até o fim de julho.

O investimento é de R$ 79,7 milhões, fruto de uma parceria entre os governos estadual e federal (Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação). Os equipamentos serão entregues para 1.730 colégios estaduais, proporcionalmente ao número de estudantes matriculados em cada uma.

“Nossa ideia com essa iniciativa é trazer mais tecnologia como ferramenta para os professores da rede estadual. O quadro e o giz serão sempre o modelo tradicional e são importantes, são a base, o alicerce do edifício. Mas também podemos trazer mais trazer ferramentas tecnológicas para fazer com que a aula do professor fique cada vez mais atrativa, atendendo ao momento em que o mundo vive hoje”, afirmou o governador.

“A nossa missão é criar uma estrutura moderna, acessível a todos, para que os professores possam explorar as novas ferramentas e passar esse conhecimento para a nova geração. É por isso que estamos ampliando os recursos tecnológicos”, concluiu.

Os alunos poderão utilizar os tablets, por exemplo, para acessar as plataformas educacionais (como as de leitura, redação, inglês, lição de casa e matemática) em sala de aula. Dessa maneira, o uso das plataformas poderá ser ampliado, visto que, até então, elas eram acessadas sobretudo nos laboratórios de informática.

“As plataformas educacionais servem para apoiar a rotina. Aquele aluno que tem mais facilidade vai caminhando com a plataforma. Para os que têm mais dificuldade, o professor consegue dar um atendimento mais exclusivo, agora com o auxílio também dos tablets. Com isso, ganham os nossos estudantes e a nossa educação”, disse o secretário da Educação, Roni Miranda. “Esse trabalho será facilitado pelos roteadores presentes em todas as salas de aula dos colégios da rede estadual”, complementou.

Diretora-auxiliar do Colégio Estadual Maria Aguiar Teixeira, Ana Maria Schimanski conta que os estudantes e professores estão ansiosos para começar a utilizar os tablets. “Trabalhamos todas as plataformas educacionais aqui na escola. Essa nova ferramenta vai nos auxiliar muito. E também é muito prático, porque não precisa ter um espaço físico, já que a gente pode levar os tablets para as salas de aula”, afirmou.

Alguns dos estudantes já puderam testar os tablets na manhã desta terça-feira no Colégio Estadual Maria Aguiar Teixeira, em Curitiba, onde ocorreu a cerimônia de entrega. Foi o caso da aluna Sophie Florentino de Sousa (11), que está no 6º ano do ensino fundamental. “Eu fiz o Classroom, o Inglês Paraná e o Redação Paraná. Achei muito legal”, contou a estudante.

Seu colega Samir Amin (11), que está no 7º ano do ensino fundamental, também experimentou algumas das plataformas educacionais nos novos aparelhos. “Fiz o Quizziz, a plataforma de lição de casa; o Matific, de matemática gamificada, e vi um pouco de conteúdo no YouTube”, disse. “Acho que vou usar mais para o Matific. Eu jogo Ilha da Aventura nele e faço as tarefas que a professora passa”.

INOVAÇÕES – Além dos tablets, a Secretaria distribuiu 77.300 equipamentos de informática às escolas da rede estadual de ensino. São novos computadores e notebooks, além de kits de robótica, que somam um investimento de aproximadamente R$ 200 milhões do Governo do Estado. Entre 2019 e 2022 foram adquiridos e distribuídos mais de 80 mil notebooks/computadores para os colégios.

Os equipamentos são importantes para viabilizar inovações como o Desafio Paraná, plataforma (Quizizz) para lições de casa utilizada por todos os estudantes e professores da rede. Outra iniciativa é o Leia Paraná, plataforma digital de leitura disponível tanto para dispositivos móveis pelo app (no Google Play) quanto para computadores. Ela é gratuita para todos os estudantes da rede estadual, desde o 6º ano do fundamental até o fim do ensino médio.

Matemática gamificada também é outra realidade. As atividades lúdicas são desenvolvidas em duas plataformas disponibilizadas pela Secretaria de Estado da Educação (Seed-PR): Matific e Khan Academy. A primeira é ofertada a estudantes do 6º ano do ensino fundamental desde o segundo semestre de 2021 e, neste ano, passou a abranger também as turmas de 7º ano. No primeiro semestre de 2023, acessaram a plataforma mais de 4 mil professores e 263 mil alunos, que realizaram mais de 3 milhões de atividades.

PRESENÇAS – Participaram do evento o vice-governador Darci Piana; os secretários Guto Silva (Planejamento) e Marcelo Rangel (Inovação, Modernização e Transformação Digital); o presidente do Instituto Fundepar, Marcelo Pimentel Bueno; o presidente da Associação dos Municípios do Paraná e prefeito de Santa Cecília do Pavão, Edimar Pereira dos Santos; e os deputados estaduais Hussein Bakri, Gugu Bueno e Pedro Paulo Bazana.