Copacol: expressivo volume de chuva foi registrado na região

Aguardada principalmente por parte de produtores rurais, devido a recente semeadura de soja, a chuva foi registrada em grande intensidade na região. Além de atrasar o ciclo do cultivo, a estiagem enfrentada nas últimas semanas causará impacto, como o adiamento do plantio do milho safrinha.

De acordo com o engenheiro agrônomo, João Mauricio Roy, da Copacol, em todas as Unidades da cooperativa foi registrado um volume superior aos 70 milímetros, o que favorece a uniformidade das lavouras e contribui com o potencial produtivo.

“Há duas semanas tivemos uma boa chuva, que somada a essa registrada quinta-feira, melhora o cenário. Se o tempo continuar nestas condições, possivelmente teremos uma boa produtividade”, destaca o engenheiro agrônomo.

Com relação aos manejos, Roy enfatiza que devem ser realizados de acordo com a condição de cada lavoura, principalmente nas áreas mais avançadas – a cautela maior deve ser com os percevejos, por isso, a orientação é procurar a assistência técnica.

Ainda de acordo com ele, os produtores devem ficar atentos ao aparecimento e doenças, e nas áreas semeadas no fim de outubro e início de novembro, os produtores devem intensificar os manejos de plantas daninhas. “É importante que o sojicultor entre em contato com o seu engenheiro agrônomo, que irá lhe orientar sobre o momento ideal para cada manejo”, conclui João Mauricio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!