Essa notícia é falsa ou verdadeira?

Há mais de um ano estamos vivenciando a pandemia da COVID-19. Em meio ao medo de se infectar com o vírus e desenvolver uma infecção respiratória aguda, nas mais variadas redes sociais têm sido disseminadas várias informações com indicações sobre prevenção e combate ao coronavírus. No entanto, muitas informações que têm sido disseminadas pelas redes sociais estão repletas de erros e, apesar de utilizarem termos e conceitos científicos, não possuem respaldo científico e podem causar riscos à saúde caso seja seguidas. Nesta edição, avaliaremos a indicação da inalação com bicarbonato de sódio e água oxigenada para prevenir e combater o coronavírus.

Existem alguns vídeos disponíveis no YouTube, e notícias escritas disseminados via WhatsApp, que indicam a preparação de uma solução para ser utilizada com auxílio de um inalador. Os vídeos, assim como as notícias escritas, descrevem que essa solução deve ser preparada utilizando 100 gramas de bicarbonato de sódio, 100 mL de água oxigenada volume 10 e 900 mL de água mineral. Quanto ao uso, é sugerido a inalação dessa solução por 5 minutos, uma vez ao dia, para prevenir contra a COVID-19 e de três a cinco vezes ao dia para o tratamento de pessoas infectadas pelo vírus.

As substâncias bicarbonato de sódio e água oxigenada são amplamente utilizadas em produtos de higienização de superfícies, contribuindo para a inativação de vários microrganismos, tais como fungos, bactérias e vírus. No entanto, a indicação dessas substâncias é apenas para uso externo, não há evidências de que a inalação dessas substâncias contribua para a prevenção ou tratamento da COVID-19. O Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos (CDC, na sigla em inglês), indica que a solução de água oxigenada, por exemplo, é um desinfetante eficaz contra o vírus somente em superfícies inanimadas, para higienização de roupas, óculos, bancadas, entre outros. Quando inalada, essas substâncias podem causar irritação no nariz e na garganta e, dependendo da concentração, causar queimadura nas mucosas.

A conclusão é que essas notícias são falsas, a inalação de solução com bicarbonato de sódio e água oxigenada não contribuem para a prevenção e tão pouco para o tratamento de pessoas que estão infectadas pelo vírus.

 

Prof. Dr. Adriano Lopes Romero

Universidade Tecnológica Federal do Paraná – câmpus Campo Mourão

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!