Queda na doação de sangue devido à pandemia preocupa hemocentros

Preocupados com os níveis dos estoques de sangue, os hemocentros de diferentes regiões do Brasil estão tentando sensibilizar a população para a importância da doação de sangue, potencializada pelas mudanças comportamentais impostas pela pandemia da Covid-19.

De acordo com o Ministério da Saúde, os hemocentros de todo o país estão preparados para receber os doadores com segurança, sem aglomerações e em conformidade com as recomendações das autoridades sanitárias.

A exemplo do resto do País, na região, o Hemonúcleo de Campo Mourão, que atende os 25 municípios da Comcam, está funcionando com atendimento pré-agendado, justamente para não promover aglomeração e dar mais segurança e proteção ao doador.

QUEM PODE DOAR: – Para doar, o candidato tem que ter entre 16 e 69 anos de idade – menores de 18 anos precisam do consentimento formal dos responsáveis.

O voluntário deve pesar mais que 50 kg e apresentar-se munido de documento oficial com foto. Pessoas com febre, gripe ou resfriado, diarreia recente, grávidas e mulheres no pós-parto não podem doar temporariamente.

O procedimento para doação de sangue é simples, rápido e totalmente seguro. Não há riscos para o doador, porque nenhum material usado na coleta do sangue é reutilizado, o que elimina qualquer possibilidade de contaminação.

 

Siga nossa página no facebook: facebook.com/gazetagoioere

E nosso Instagram: @gazetagoioere

Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a equipe da Gazeta Regional pelo WhatsApp (44) 3522-2537 ou entre em contato pelo (44) 3522-2537.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!