Sugestão do vereador Agilson para ajudar no combate ao Covid-19 pode virar lei federal

Com o objetivo de diminuir o valor do exame que detectao Covid-19, o vereador Agilson Flausino solicitou a isenção da cobrança de impostos e demais contribuições federais para realização de serviços laboratoriais relacionados ao coronavírus.

A sugestão do vereador goioerense foi encaminhada para diversos parlamentares em Brasília e foi prontamente acatada pelo deputado Rubens Bueno que já elaborou um projeto de lei para ser apresentado no Congresso Nacional.

Agilson explica que o objetivo do projeto é isentar os laboratórios de impostos e contribuições como IRPJ, CSLL, PIS E COFINS, nos serviços prestados especificamente no combate ao Covid-19.

“Nossa proposta é baratear o custo desses serviços para beneficiar o cidadão”, frisa o vereador acrescentando que o Governo Federal abre mão de parte da arrecadação, os laboratórios reduzem o preço, para que a população possa ter mais acesso aos exames para diagnosticar a doença.

De acordo com o vereador, com a possibilidade de realização de um maior número de exame será possível desenvolver uma melhor estratégia para prevenção do coronavírus.

A mesma proposta também foi encaminhada ao prefeito Pedro Coelho solicitando a isenção de tributos municipais para ampliar ainda mais a redução do valor dos exames. “Com essa medida acreditamos que grande parte da população terá acesso aos exames em laboratórios particulares”, completou.

Agilson também agradece ao deputado Rubens Bueno que acreditou na ideia, transformando num projeto de lei. “Com essa atitude, o parlamentar demonstrou muita coerência e comprometimento com a população nesse momento tão difícil que nosso país atravessa”, finalizou.

 

Siga nossa página no facebook: facebook.com/gazetagoioere

E nosso Instagram: @gazetagoioere

Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a equipe da Gazeta Regional pelo WhatsApp (44) 3522-2537 ou entre em contato pelo (44) 3522-2537.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.