Goioerê precisa de medidas concretas para barrar avanço do coronavírus

Boletins diários, emitidos pela Secretaria Municipal de Saúde de Goioerê, apontam que o coronavirus avança, com novos casos suspeitos sendo registrados.

Atualmente, segundo dados da saúde, são 5 casos suspeitos em Goioerê e 33 pessoas monitoradas. Os números mostram que as medidas adotas até agora, em especial de isolamento social, precisam ser assimiladas e rigorosamente cumpridas pela população.

O cenário regional é preocupante, com aparecimentos de mais casos da doença, principalmente na cidade de Moreira Sales, onde 6 novos casos foram confirmados como positivos na última sexta-feira.

Além disso, surgiram casos em Mariluz e Janiópolis, reforçando a necessidade de se implementar medidas restritivas, em especial a implantação de barreiras sanitárias nas entradas de Goioerê.

A situação é preocupante e com o número de casos da doença crescendo, não só no município, mas em cidades vizinhas, se faz necessáriauma ação mais concreta por parte da administração municipal.

Na semana passada, o Ministério Público, através da 2ª Promotoria de Justiça de Goioerê, expediu recomendação aos prefeitos dos quatro municípios da Comarca: Goioerê, Moreira Sales, Quarto Centenário e Rancho Alegre D’Oeste, solicitando a apresentação de relatório, constando todas as ações de enfrentamento ao Covid-19. O relatório deve ser apresentado nesta semana.

Na recomendação administrativa, assinada pelos Promotores Edson Ricardo Scolari e Guilherme Franchi da Silva, o MP orienta os prefeitos dos quatro municípios, a promoverem ações concretas de fiscalização das normas vigentes de prevenção ao coronavirus, bem como ações de conscientização junto à população.

Os promotores também querem saber quais são as sanções administrativas previstas na legislação municipal no caso de descumprimento das medidas de prevenção ao Covid-19, sob pena de, avaliadas as circunstâncias do caso concreto, intervenção judicial e caracterização de improbidade administrativa (Lei 8.429/92).

Diante de tantos exemplos que podem ser realizados para inibir a propagação do vírus e o bem estar da saúde da população, a gestão atual do município precisa agir, tomando as medidas necessárias e urgentes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!