Goioerê pode chegar a 900 infectados pela Covid, diz prefeito Pedro Coelho

O prefeito de Goioerê, Pedro Coelho, disse agora há pouco, no programa Plantão Policial, que dentro das estimativas da Organização Mundial de Saúde – OMS – a cidade poderá chegar a 900 casos de Covid.

De acordo com o prefeito, a OMS estima que cerca de 3% da população das cidades será infectada. “Este é o cálculo da OMS. Como temos cerca de 30 mil habitantes, a previsão é de possamos chegar a 900 infectados, mas estamos trabalhando para que isso não aconteça”, disse.

O prefeito reforçou o pedido para que a população evite aglomeração de pessoas, com realização de festas e outros eventos. “ Uma reunião familiar pode ser feita, mas apenas com as pessoas da casa onde vive a família”, disse ele

Questionado sobre o aumento de casos da doença em Goioerê, que tem hoje 111 pessoas positivadas, Coelho disse que o aumento dos casos já era previsto, em especial por conta da chegada do inverno e temperaturas mais baixas. “Isso já era esperado, pois o inverno chegou e as temperaturas baixaram bastante”, citou ele.

EXAMES: – Com relação ao número de exames para detecção de Covid em Goioerê, o prefeito não soube explicar quantos foram realizados até agora.

Segundo Coelho, além do laboratório central do estado, os exames estariam sendo feitos pelos laboratórios particulares, o que dificulta precisar os números.

Um requerimento aprovado pelos vereadores na noite de segunda-feira, questiona a administração sobre estes dados. O requerimento é de autoria dos vereadores Patrik Pelói, Abraão Isaque, Joaquim da Ambulância, Agilson Flausino e Tenente Martins.

RECURSOS: – Com relação aos recursos recebidos para enfrentamento à Covid, o prefeito esclareceu que nem toda verba que entra no caixa da prefeitura com esse título, é para ações de saúde.

“A gente precisa entender que nem todos os recursos que chegam com o título de enfrentamento ao Covid é para a saúde. Dos cerca de R$ 3 milhões que Goioerê vai receber é para equilibrar as perdas que tivemos com a pandemia. Vamos usar este dinheiro para pagar os servidores”, disse.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.