Cai índice de infestação, mas situação da dengue não é boa

A Secretaria Municipal de Saúde de Goioerê divulgou ontem os dados do novo Levantamento do Índice Rápido de Infestação do Aedes aegypti (LIRAa). Pelos números, o índice caiu de 9,2 em janeiro para 4,2, mas ainda é alto, pois o tolerado pela Organização Mundial de Saúde – OMS – é de 1%.

De acordo com a coordenação do setor de combate à dengue, os índices ainda estão alto porque o período atual é historicamente mais grave, devido ao clima que favorece a proliferação do mosquito transmissor da doença. “A redução foi muito boa em relação ao primeiro levantamento e com um trabalho de manutenção, vamos reduzir ainda mais estes índices”, diz o coordenador Wilian.

A redução da infestação foi registrada em pelo menos dois bairros de Goioerê. Na Vila Candeias, por exemplo, que em janeiro apresentou índices de infestação de 17,2,  agora caiu para 3,40. Já no Jardim Curitiba, que apresentou índices de 9,7, esse número caiu para 0.

No entanto, Wilian explica que em outros quatro bairros, os índices seguem altos, como é o caso do Jardim Primavera, que no levantamento atual apresentou índices de infestação de 15,6. No bairro Santa Casa os índices são de 10,9; no Cidade Alta 10,5 e na Vila Guaira  9, 7. Nos jardins Morumbi, Cristo Rey e Colina Verde não foram encontrados focos.

MUTIRÃO DE LIMPEZA: – De acordo com a Secretaria de Saúde, contribuiu para a redução dos índices de infestação do mosquito transmissor da dengue em Goioerê, os mutirões de limpeza realizados recentemente.

 

Siga nossa página no facebook: facebook.com/gazetagoioere

E nosso Instagram: @gazetagoioere

Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a equipe da Gazeta Regional pelo WhatsApp (44) 3522-2537 ou entre em contato pelo (44) 3522-2537.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.