Por vídeo, secretário de educação explica proposta das escolas cívico-militares

Hoje e amanhã está sendo feita a consulta pública para a implementação das escolas cívico-militares na rede estadual de educação do Paraná. Pais de alunos e professores votam para dizer se aceitam ou não a nova modalidade de condução das escolas confirmada ontem pela manhã pelo governador Carlos Massa Ratinho Júnior.

A nova proposta de ensino funcionará com gestão compartilhada entre militares e civis em escolas do 6º ao 9º ano do Ensino Fundamental e no Ensino Médio. As aulas continuarão sendo ministradas por professores da rede estadual, enquanto os militares serão responsáveis pela infraestrutura, patrimônio, finanças, segurança, disciplina e atividades cívico-militares.

Haverá um diretor-geral e um diretor-auxiliar civis, além de um diretor cívico-militar e de dois a quatro monitores militares, conforme o tamanho da escola.

 Vídeo para combater boatos

Como surgiram informações desencontradas, especialmente de cunho negativo quanto ao modelo educacional cívico-militar, o secretário estadual de educação e esporte do Paraná, Renato Feder, divulgou vídeo em que explica o funcionamento.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.