Núcleo de Educação recorre ao Conselho Tutelar na busca ativa de alunos

A chefia do Núcleo Regional de Educação de Goioerê, está recorrendo ao Conselho Tutelar e também à Rede de Proteção, de cada um dos municípios que integram o órgão, para pedir apoio na busca ativa dos alunos, durante o período de pandemia do novo coronavírus.

De acordo com o professor e chefe do NRE, Valdemir Mellero, existe uma preocupação no sentido de que os estudantes possam garantir o ano letivo. “Nós estamos muito preocupados e pedimos que os pais também nos ajudem”, disse ele.

O chefe do NRE cita que as escolas estão sem aulas desde o final do mês de março e que muito provavelmente, antes de agosto, não haverá retorno das aulas presenciais. “Diante de todas as dificuldades, estamos recorrendo ao Conselho Tutelar para nos ajudar, orientando os alunos para a realização de atividades remotas, como também, alertar aos pais quanto a importância no acompanhamento das atividades”, citou.

MINISTÉRIO PÚBLICO: – É importante lembrar aos pais, que o Ministério Público do Paraná vai cobrar resultados. “Caso se constate que os pais não estão estimulando os filhos a estudarem de forma remota, os pais poderão responder por isso”, dizem os promotores de Justiça.

Em Campo Mourão, o Ministério Público distribuiu nota informando que os pais precisam estar cientes de que os alunos não estão de férias nem de recesso.

SEM PREVISÃO DE RETORNO: – Por causa da pandemia de Covid-19, não há previsão de retorno às aulas presenciais. Para não prejudicar ainda mais o ano letivo dos estudantes, a Secretaria Estadual de Educação implementou o sistema de aulas à distância nas escolas públicas do Paraná. A principal justificativa da Seed é evitar que quase um milhão de alunos fiquem com o ano letivo comprometido.

As aulas remotas têm presença computada com base na entrega de atividades pelos estudantes e são computadas pela internet. Para não prejudicar nenhum aluno, a secretaria orientou os professores que a frequência não deverá ser fator de reprovação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!