Últimos ajustes para a pavimentação com pedras irregulares na Estrada de Bredápolis

O projeto que visa a primeira etapa de calçamento com pedras irregulares da Estrada de Bredápolis, num trecho de quatro quilômetros, está bastante adiantado. O investimento é de R$ 2,6 milhões, com recurso do Governo do Estado, através da Secretaria de Agricultura e Abastecimento – SEAB.
Os recursos foram assegurados por intermédio do deputado estadual Alexandre Curi. Na quarta-feira passada, o prefeito Ismael Dezanoski e o assessor do deputado, Antonio Faquim, estiveram em Curitiba, entregando vários documentos para concluir o projeto.
“Estivemos conversando com o deputado e com equipe da Secretaria de Agricultura para ajustar os últimos detalhes do projeto. Nos próximos dias a gente vai ter novidade boa, se Deus quiser ”, disse o prefeito Ismael.
O prefeito adiantou que o município tem pressa, pois a estrada necessita de melhorias urgentes. “Nossa equipe tem dado total atenção para este projeto que é cheio de detalhes, mas acredito que em breve será concretizado”, frisou Dezanoski.
De acordo com o projeto, que já está aprovado pelo Governo do Estado, serão quatro quilômetros de pavimentação da estrada, começando pelo distrito de Bredápolis. Numa segunda etapa, no ano que vem, está prevista a pavimentação do restante da estrada.
O ex-vereador e assessor do deputado Curi na região, Antonio Faquim, também está bastante entusiasmado com a pavimentação com pedras irregulares na estrada. “Estamos animados e acreditamos que no segundo semestre desse ano as obras tenham início”, disse Faquim.

CLIQUE E RECEBA AS NOTÍCIAS DE GOIOERÊ E REGIÃO NO WHATSAAP