Sesi tem Canal de Saúde Mental para atender trabalhadores da indústria

O avanço do número de casos do Novo Coronavírus no Brasil traz consequências diretas e indiretas, que vão dos cuidados com a saúde ao isolamento social, sobrecarga de trabalho, crianças com aulas online, entre outras. No geral, essas questões deixam as pessoas em um estado de alerta fora do normal, o que traz riscos para a saúde mental.

 

Para atender aos trabalhadores da indústria de todo o Paraná que estiverem precisando de acolhimento neste período, o Centro de Inovação Sesi (CIS) em Longevidade e Produtividade disponibiliza um Canal de Apoio à Saúde Mental. “O canal faz parte de um conjunto de medidas de proteção que o Sesi no Paraná oferece aos trabalhadores da indústria para que continuem entregando bons resultados, sem prejuízo à sua saúde física e emocional”, explica Maria Cristhina de Souza Rocha, gerente executiva de Projetos Estratégicos do Sistema Fiep.

 

O serviço, voltado exclusivamente a trabalhadores das indústrias do Paraná, é gratuito e funciona de forma simples. Otrabalhador entraem contato com o Canal de Apoio por meio de um número de WhatsApp, no qual responde perguntas sobre seu estado emocional e informa se quer receber retorno. Na sequência, um colaborador da equipe do CIS, composta por psicólogos e assistentes sociais, entra em contato com o trabalhador e inicia o atendimento, que pode ser feito em duas ligações. Todas as informações fornecidas pelo trabalhador são confidenciais.

 

O objetivo do programa é oferecer acolhimento e mostrar que emoções como exaustão, irritação, medo, ansiedade e estresse são esperadas neste momento. Além do atendimento, a equipe do CIS aproveita a oportunidade para reforçar medidas de biossegurança imprescindíveis para atravessar este momento, como a necessidade da higiene pessoal, a importância da atividade física e do relaxamento, assim como a orientação de criação de rotina e disciplina.

 

O Canal de Apoio à Saúde Mental funciona por meio do Whatsapp de segunda a sexta-feira, das 8 às 18 horas. Para saber mais acesse longevidade.ind.br.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!