Paraná ativou mais de 2 mil leitos exclusivos para Covid-19 em 2021

Como resposta às ondas de contágio e novas cepas do coronavírus, o Governo do Paraná ativou 2.058 leitos exclusivos para atendimento à Covid-19 apenas em 2021. São 175 ampliações em 60 municípios, o equivalente a cerca de 20 hospitais de campanha de 100 leitos.

São 783 Unidades de Terapia Intensiva (UTI) e 1.275 enfermarias para adultos. Essa conta inclui os 23 novos leitos abertos nesta semana, entre terça-feira (18) e quinta-feira (20), sendo 11 UTIs e 12 enfermarias nos municípios de Campo Largo (Região Metropolitana de Curitiba), Guarapuava (Centro-Sul), Laranjeiras do Sul (região central) e Missal (Oeste).

O Hospital Parolin, em Campo Largo, conta agora com cinco novas UTIs; o Instituto Virmond, em Guarapuava, abriu 12 novas enfermarias; em Laranjeiras do Sul, o Instituto São José disponibilizou mais uma UTI; e, para completar as ativações, o Hospital Nossa Senhora de Fátima, em Missal, ativou mais cinco UTIs.

“Só esse mês ativamos 74 leitos exclusivos para atendimento aos pacientes acometidos pela Covid-19, mais de 2 mil neste ano. Nossa média é de mais de 14 leitos abertos por dia no Estado, o que mostra o tamanho do nosso esforço. Esses números demonstram que o Governo do Estado está empenhado em manter a cobertura de atendimento hospitalar e fortalecer a regionalização dos serviços”, disse o secretário de Estado da Saúde, Beto Preto.

TOTAL – Dados desta quinta-feira (20) mostram que o Paraná tem 4.736 leitos exclusivos Covid-19, sendo 1.936 de UTI e 2.800 enfermarias para adultos. As taxas de ocupação são de 95% e 81%, respectivamente.

Ao todo 79.229 pessoas já foram atendidas em leitos Covid desde a implantação do sistema exclusivo de atendimento à doença, em 26 de março de 2020, 14 dias depois da confirmação dos primeiros seis casos. O investimento em custeio já ultrapassou R$ 250 milhões.

“Se compararmos o número de leitos exclusivos que o Paraná tem hoje dentro da rede hospitalar própria para atendimento ao coronavírus é como se tivéssemos 4,7 mil hospitais de campanha com pelo menos 100 leitos cada”, afirmou o secretário Beto Preto.

Ele destacou, ainda, que essa rede de referência está espalhada em 65 municípios de todas as regiões do Estado. A mais populosa, de Curitiba, conta com 2,5 mil leitos (1.032 UTIs e 1.473 enfermarias), seguida por Norte (309 UTIs e 472 enfermarias, 781 no total), Oeste (322 UTIs e 426 enfermarias, 748 no total) e Noroeste (267 UTIS e 430 enfermarias, 697 no total).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!