Goioerê poderá ter ‘lockdown’ de 14 dias e até toque de recolher

Com os casos de Coronavírus aumentando diariamente no município, a prefeitura de Goioerê deve anunciar nesta sexta-feira, se a cidade adere ou não, às orientações do Conselho Regional das Secretarias Municipais de Saúde (Cresems ), para que todos os municípios da região Comcam, façam um “lockdown parcial” por 14 dias.

Pela orientação, ficam suspensas atividades presenciais de bares, lanchonetes, restaurantes e demais locais, sendo realizado apenas o atendimento através do sistema delivery. Também ficam suspensas atividades de esportes coletivos e aglomerações de quaisquer naturezas.

A proposta foi aprovada durante reunião do Comitê Covid de Goioerê, realizada na manhã desta quinta-feira. O objetivo, segundo a secretária Gabriela Martins, é desafogar os leitos de UTI’s da região, bem como propiciar a habilitação de mais leitos junto ao Estado do Paraná. “Esta é uma proposta que foi elaborada pelo  Cresems e que nós achamos bastante pertinente”, disse a secretária.

A proposta também prevê toque de recolher entre as 22 horas até às 5 da manhã, bem como controle rigoroso de fluxo em mercados, padarias, açougues, farmácias, lojas e afins, não devendo ultrapassar o limite de 30% de sua capacidade máxima.

A reunião para definir se Goioerê acata a sugestão para o ‘“lockdown parcial’ ou não, será realizada nesta sexta-feira, com a participação do prefeito Betinho Lima, que está viajando para a capital do estado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.