Copacol marca presença no Encontro Estadual de Cooperativistas

Tradicional evento promovido pela Ocepar (Organização das Cooperativas do Estado do Paraná) para celebrar as conquistas do ano, o Encontro Estadual de Cooperativistas Paranaenses conta com a presença de caravanas da Copacol.

As atividades com 1,4 mil cooperativistas são realizadas nesta sexta-feira no Centro de Convenções Paraná Expo, em Maringá, Noroeste do Paraná. Em 2022, as 223 cooperativas registradas no Sistema Ocepar alcançaram faturamento de R$ 186,1 bilhões e exportações no valor de US$ 7,5 bilhões. Elas encerram o ano contabilizando 3,1 milhões de cooperados e 135.317 funcionários. “Comemoramos esses resultados alcançados por todas as cooperativas, que demonstram a força da categoria no cenário econômico e social. Em um momento de celebração, em que completamos 60 anos de existência, enaltecemos a participação da Copacol nessa contribuição pelo desenvolvimento do estado. Há grandes desafios pela frente e esse Encontro de Cooperativistas possibilita uma união para enfrentarmos o que há pela frente fortalecendo o setor como um todo”, afirma o diretor-presidente da Copacol, Valter Pitol.

Um balanço das atividades desenvolvidas pelo cooperativismo em 2023 foi feito pelo presidente do Sistema Ocepar, José Roberto Ricken, que apresentou as expectativas em relação ao ano que vem. O governador Ratinho Junior, secretários de Estado e parlamentares também marcam presença no evento.

HOMENAGEM
O cooperativista Valter Vanzella, ex-presidente da Frimesa Cooperativa Central e ex-diretor da Ocepar, recebeu o Troféu Ocepar, no Encontro Estadual de Cooperativistas Paranaenses. Ele foi homenageado devido à sua contribuição para o para o desenvolvimento do cooperativismo paranaense e brasileiro. O presidente do Sistema Ocepar, José Roberto Ricken, fez a entrega da honraria, acompanhado dos diretores da Ocepar, Fecoopar e Sescoop/PR, com a mensagem: “O reconhecimento e a homenagem à Valter Vanzella pelos relevantes serviços prestados ao cooperativismo paranaense.” “Hoje sou uma pessoa muito feliz e de bem com a vida porque eu conclui tudo aquilo que acho que deveria ter feito, com líder cooperativista. Estou recebendo uma homenagem que me honra muito”, afirmou após receber o troféu. Na sequência, ele fez um relato sobre sua trajetória de vida e dentro do cooperativismo. “Nesses 40 anos de cooperativismo. Tem muita coisa que me dá muita alegria de ter feito”, frisou.