Comcam lança campanha de empréstimos de cilindros de oxigênio para tratamento da Covid

Assessoria Comcam

O avanço da Covid-19 provocou um aumento significativo no consumo de oxigênio medicinal em toda a região. E com o crescimento da necessidade do insumo, os municípios estão encontrando dificuldades de estocagem do produto por causa da falta de cilindros. Para amenizar o problema, a Comunidade dos Municípios da Região de Campo Mourão (Comcam) lançou a campanha “Empreste seu cilindro e depois devolvemos. Salve vidas”. O objetivo é estimular o empréstimo de cilindros para que os municípios possam estocar oxigênio para o tratamento de pacientes com Covid.

Nos últimos dias, várias cidades da Comcam estiveram na iminência de desabastecimento do produto devido a alta demanda com o aumento de confirmações de coronavírus. A principal dificuldade dos prefeitos é que é a falta dos vasilhames para estocar o produto.

Em Campo Mourão, os cilindros podem ser entregues na rua Laurindo Borges 1558, antiga Castanheira, área central da cidade, das 8 às 11h30 e das 13h30 às 17 horas. Já nos demais municípios da região, os vasilhames podem ser entregues nos postos de Saúde. Quem preferir pode fazer contato com as prefeituras, para que equipes do município façam a coleta.

“É uma campanha muito importante neste momento tão difícil. Só conseguimos comprar o oxigênio se tivermos os cilindros vazios. As empresas fornecedoras não doam e nem têm o vasilhame para vender”, falou o presidente da Comcam, Leandro César Oliveira, prefeito de Araruna.

Ele lembrou que vários municípios já iniciaram a campanha por conta própria, como Barbosa Ferraz; Boa Esperança; Mamborê; Moreira Sales; entre outros. “Todos os prefeitos estão atrás de cilindros mas não têm conseguido encontrar. Está difícil. Dependemos destes cilindros para estocar oxigênio”, falou Oliveira.

Segundo o presidente da Comcam, proprietários de oficinas, funilarias, e até produtores rurais, que usam solda de oxigênio e têm cilindros sobrando podem fazer o empréstimo. “É para salvar vidas. Importante ressaltar que estes cilindros serão devolvidos posteriormente aos proprietários”, ressaltou. “Contamos com a colaboração da sociedade. Nos ajudem”, pediu.

Podem ser doados cilindros de gás medicinal e oxigênio industrial. Estes vêm homologados pela companhia. Os de mistura e CO2 não estão sendo aceitos. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (44) 3523-5210.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!