Hemonúcleo necessita dobrar número de doadores de sangue

O Hemonúcleo de Campo Mourão, que atende todos os municípios da região, inclusive Goioerê, está com seus estoques de sangue em baixa. Por conta disso, a direção do órgão conta com a colaboração dos doadores de qualquer tipo sanguíneo.

De acordo com o chefe do órgão, Reginaldo Riguetti, a média diária não tem passado de 25 doações, mas para atender a demanda o ideal seria pelo menos 40. “Infelizmente nossos estoques estão em baixa e nós precisamos ampliar o volume de doações”, diz ele.

Por conta das restrições para prevenir quanto aos riscos de contaminação do Coronavírus, os doadores devem fazer agendamento pelos telefones (44) 3525-1102; 99878-3811 ou pelo link https://www.saude.pr.gov.br/Pagina/Doacao-de-Sangue.

Ele cita que todas as precauções estão sendo adotadas para evitar contaminação decorrente da Covid-19. “Podem estar despreocupados, pois temos adotado todas as precauções de distanciamento de acordo com as normas de prevenção”, explica ele.

Uma única bolsa de sangue pode salvar a vida de até três pessoas. Para manter o estoque adequado, são necessárias muitas doações. O ideal é que cada pessoa doe sangue pelo menos duas vezes ao ano. Homens podem doar a cada 60 dias, enquanto mulheres em um intervalo de 90 dias. Doadores acima de 59 anos completos estão temporariamente dispensados de doar por conta da pandemia da Covid-19.

 

 

Siga nossa página no facebook: facebook.com/gazetagoioere

E nosso Instagram: @gazetagoioere

Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a equipe da Gazeta Regional pelo WhatsApp (44) 3522-2537 ou entre em contato pelo (44) 3522-2537.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!