Por unanimidade de votos, Tribunal Eleitoral nega recurso a Paulo Novaes

Por unanimidade de votos, o Tribunal Regional Eleitoral do Paraná – TRE – negou recurso do ex-prefeito Paulo Novaes, para que tivesse sua filiação ao PDT reconhecida.

O caso foi parar na Justiça, porque segundo o PDT, Novaes teria se filiado ao partido no dia 30  de março de 2020, mas que seu nome não aparecia na lista de filiados.

O Juiz Eleitoral Crhistian Palharini, foi quem julgou o caso e negou a filiação, alegando que à época, Novaes estava com seus direitos políticos cassados.

Em seguida, Novaes recorreu e alegou que comunicou sua filiação em 3 de abril, mas mesmo assim, segundo o juiz, a filiação é nula, uma  vez que os direitos políticos de Paulo Novaes só foram restabelecidos em 13 de abril de 2020.

Novaes impetrou recurso no TRE e nesta quarta-feira, por unanimidade de votos, os desembargadores confirmaram a decisão do Juiz Crhistian Palharini, não reconhecendo sua filiação ao PDT.

Desta forma, Novaes está fora da disputa eleitoral deste ano, já que para concorrer a cargo eletivo, é preciso ser filiado a uma agremiação partidária.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.