Queda nos preços de recicláveis desanima catadores em Goioerê

O baixo preço dos materiais recicláveis, especialmente plástico e papelão, está desanimando catadores de Goioerê. Por conta disso, muitos estão abandonando a atividade e materiais se acumulando na porta da casa dos moradores em diversos bairros da cidade.

Segundo alguns catadores, ouvidos pela reportagem, com a queda nos preços desses materiais, eles precisam ampliar a jornada nas ruas, trabalhar muito e ainda ganham pouco. E o mais difícil, de acordo com eles, é que não existe perspectiva de melhorias para o setor.

Na opinião dos catadores, o problema é exploração dos intermediários, que pressionam os trabalhadores do setor e pagam preços mais baixos que os praticados no mercado. “Não está fácil para sobreviver desse jeito. A gente desanima”, cita um coletor que não quer ser identificado.

Na tentativa de ajudar os catadores e ao mesmo tempo cuidar da questão ambiental, a Prefeitura de Goioerê tem dado total apoio ao setor, mas problemas mecânicos com os caminhões que fazem a coleta, têm dificultado as ações em todos os bairros da cidade.