Justiça nega lockdown no Paraná

A Justiça negou pedido do Ministério Público do Paraná, para declarar lockdown nas áreas do estado mais afetadas pela pandemia de Covid-19. 

A ação civil pública havia sido ajuizada de forma conjunta pelas promotorias de Proteção à Saúde Pública de Curitiba, Londrina, Maringá e Cascavel.

O único pedido dos promotores que o juiz aceitou foi a proibição de realização de cultos e aconselhamentos religiosos presenciais no rol de atividades essenciais.

No despacho, o juiz Eduardo Lourenço Bana, cita que o fechamento total está descartado, por entender que a quarentena é possível de se realizar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.