Coamo paga R$ 850 milhões em sobras para os seus cooperados

A movimentação foi intensa na manhã desta sexta-feira, dia 16, nas unidades da Coamo. É que nessa data começou a serem pagas as sobras referentes ao exercício de 2023.

CLIQUE E RECEBA AS NOTÍCIAS DE GOIOERÊ E REGIÃO NO WHATSAAP

Em Goioerê, os cooperados chegaram cedo à unidade da cooperativa, onde foram recebidos pelo gerente José Adilson Colaço. No total R$ 850 milhões estão sendo pagos, beneficiando mais de 31 mil cooperados.

SIGA- NOS NO INSTAGRAM

Além de ser bastante comemorado pelos cooperados e representar um “dinheiro extra” para as famílias beneficiadas, a distribuição das sobras entre os cooperados também fomenta a econômica local.

É que boa parte desses recursos acaba sendo aplicado no próprio comércio da cidade, seja ela para quitar dividas, fazer novas aquisições ou até mesmo realizar novos investimentos para o desenvolvimento do agronegócio.

Um desses cooperados é Alberto Dalbem, que esteve cedo na cooperativa para fazer a retirada da sua sobra. Segundo ele, o dinheiro será utilizado para fazer o complemento familiar. “Esse dinheiro vem em boa hora, inclusive para aplicar para investimentos futuros” conta ele.

Outro que também comemora a liberação do recurso é José Sestak, que fez vários elogios á cooperativa. “Não tenho o que reclamar da Coamo e sim agradecer pela seriedade da diretoria, que todos os anos faz a distribuição das nossas sobras”, citou.

Para o gerente José Adilson Colaço, a distribuição das sobras, demonstra a solidez e a segurança da Coamo junto ao seu quadro social. “Sem dúvida, uma demonstração clara de solidez. Nem todas as cooperativas conseguem fazer o que a Coamo faz”, comentou.

Ainda passaram pela unidade de Goioerê, os cooperados  Carlos Bucoski, Luiz Antonio do Vale, Edson Carlos do Vale, Carlos Patrício, Rafael Aparecido Mosoli, Augusto Rodrigues e Marcos Antonio Zanon, que agradeceram à direção da Coamo pelo pagamento das sobras.

O valor das sobras é dividido conforme a movimentação de cada um durante o ano na cooperativa com os produtos soja, milho, trigo e também, os insumos.

MOREIRA SALES: – Em Moreira Sales, um dos primeiros cooperados a receber as suas sobras, foi Pedro Sabantini. “A gente trabalha tranquilo, pois sabemos todos os anos tem sobra para nós. Só tenho que agradecer à diretoria da Coamo e todos os funcionários”, disse.

O cooperado Marcos Elias Vieira também agradeceu. “Este dinheiro é muito bem vindo”, citou, agradecendo a transparência da diretoria da Coamo.

QUARTO CENTENÁRIO: – Na unidade de Quarto Centenário, o cooperado Ademar Sestak destacou o resultado positivo da Coamo no ano que passou. “A Coamo é uma cooperativa sólida e por isso a gente tem a tranquilidade de trabalhar com ela”, disse Sestak, feliz pelo pagamento das suas sobras.

Já o cooperado Júlio Jerônimo dos Santos, destacou que as sobras são frutos da movimentação na cooperativa, bem como a compra de insumos e entrega da produção agrícola. Ele agradeceu e destacou a transparência e competência da diretoria da Coamo.

JANIÓPOLIS: – Um dos primeiros cooperados a chegar na unidade de Janiópolis, foi Norivaldo Paulino, acompanhado do filho Carlos. “Viemos receber e agradecer à Coamo pelo cuidado com seus cooperados”, disse ele.

O mesmo fez o cooperado Alcides Riedo, que juntamente com seu filho Marcelo chegaram cedo para receber o benefício. “Estamos felizes e agradecidos”, disseram, agradecendo também ao gerente Valderi de Melo.

RANCHO ALEGRE D’OESTE: – O cooperado Donizete Aparecido Lima chegou cedo e logo já recebeu suas sobras, destacando a transparência da cooperativa e a competência da diretoria da Coamo. “O adiantamento de dezembro já foi bom, mas o pagamento integral de hoje é muito melhor”, disse.

Quem também destacou a importância do pagamento das sobras foi o cooperado Ailton Pereira Júnior. O mesmo fez o cooperado José Luiz Marques. “Esse pagamento de sobras é resultado de um trabalho de parceria, entre cooperativa, funcionários e cooperados”, citou ele.

BOA ESPERANÇA: – Em Boa Esperança, o cooperado Cleber Formágio agradeceu á Coamo e disse que quitou todas dividas com a cooperativa e ainda sobrou recursos para o churrasco. “Estou bastante feliz e agradecido”, comentou o cooperado.

COOPERADOS DE GOIOERÊ

QUARTO CENTENÁRIO

JANIÓPOLIS

RANCHO ALEGRE D’ OESTE

MOREIRA SALES

BOA ESPERANÇA