Coluna ADI Paraná
Reforma injusta
Divulgação/CNM
Glademir Aroldi (Foto: Divulgação/CNM)

"É uma injustiça porque é uma reforma que não atende a todos os entes federados. E mais: os municípios estão com dificuldade, têm funcionários em regime geral, em regime próprio. Como vai fazer a reforma em todos os municípios do Brasil, individualmente, próximo a uma eleição municipal no ano que vem? É impossível" - do presidente Confederação Nacional dos Municípios, Glademir Aroldi (PP) sobre a exclusão dos municípios da reforma da Previdência aprovada na Câmara dos Deputados.  

Fundo de campanha

O relator da LDO (Lei de Diretrizes Orçamentárias), deputado Cacá Leão (PP-BA) destinou 0,44% da receita líquida prevista para 2020 para o fundo especial de financiamento de campanha. As bancadas estaduais ficariam com 0,56%. Com isso, o fundo poderá receber de R$ 2 bilhões do orçamento da União, elevando o valor disponível às campanhas municipais a R$ 3,7 bilhões — em 2018, foram alocados R$ 1,7 bilhão ao fundo.

Cobaias

O deputado Sargento Fahur (PSD) entrou em mais uma polêmica bem ao gosto do seu eleitorado. Fahur sugeriu nas redes sociais o uso de presos como cobaias em lugar de ratos. A sugestão repercutiu nas redes com comentários e curtidas à favor e contra.

Atacarejo do Muffato

O Grupo Muffato inaugurou na Fazenda Rio Grande, na região metropolitana de Curituba, mais uma unidade de atacarejo. O Max Atacadista, investimento de R$ 40 milhões, tem 13 mil metros quadrados, estacionamento com 300 vagas e praça de alimentação. São mais 400 empregos abertos na cidade. “Essa é a primeira loja em formato de atacarejo de Fazenda Rio Grande, permitindo que os moradores da região comprem mais pagando menos, sem burocracia, pois todos podem comprar a preço de atacado”, diz Ederson Muffato, diretor do grupo.

Cadastro Positivo

Já está em vigor, a lei do Cadastro Positivo que faz a inclusão automática de consumidores em um banco de dados que reúne todo histórico de créditos. O cadastro permite que o consumidor tenha uma nota de crédito, definida de acordo com o pagamento de suas contas, como empréstimos, cartão de crédito, consórcio, crediário, e prestadores de serviços de obrigações continuadas (luz, gás, esgoto, condomínio e outras). 

Aumento das dívidas

No Paraná, o total de famílias endividadas em junho aumentou na comparação com maio e em relação ao ano anterior. Segundo dados da Confederação Nacional divulgados pela Fecomércio, 90,6% dos paranaenses possuem algum tipo de dívida. As contas em atraso abrangem 28,5% dos endividados e a falta de condições de pagamento chega a 10,4% das famílias com contas atrasadas. A média nacional de endividamento ficou em 64% da população no mês de junho. 

Medicamentos

Para debater as políticas do SUS para indústria pública de medicamentos, a Câmara dos Deputados relançou uma frente parlamentar, coordenada pelo ex-ministro da Saúde e deputado Ricardo Barros (PP-PR), que vai debater a regulamentação do setor e a certificação para atuar no mercado global. “O desafio é aumentar o acesso e diminuir o custo dos medicamentos no Brasil. Nós vamos discutir ao longo deste ano a política de desenvolvimento dos laboratórios no país”, afirmou. 

Apoio

O ministro Luiz Henrique Mandetta (Saúde), presente no ato, destacou a importância do fortalecimento dos laboratórios públicos brasileiros.  “A frente já nasce com uma grande perspectiva de representatividade com o deputado Barros. Sou testemunha do trabalho do então ministro a frente da pasta da Saúde no intuito de dotar os laboratórios públicos das melhores práticas”.

Escolas militares

O Ministério da Educação quer implantar 108 escolas militares até 2023. O MEC pretende ainda concluir mais de 4 mil creches até 2022, conectar 6,5 mil escolas rurais por meio de satélite em banda larga em todos os estados e ofertar cursos de ensino a distância para melhorar a formação de professores até 2020.

Sem recesso

O recesso na Assembleia Legislativa do Paraná será de sessões plenárias. O deputado Romanelli (PSB), 1º secretário da Casa, trabalhou ontem pela manhã e a tarde visitou três cidades do Norte Pioneiro. Na segunda-feira, 15, Romanelli vai reunir os diretores do legislativo e definir as metas de trabalho para o segundo semestre.  

Indústria do Paraná

A indústria do Paraná apresentou o maior avanço no País, com crescimento de 27,8% em maio deste ano em comparação com o mesmo mês de 2018. Os dados do IBGE apontam ainda que o avanço do setor no Estado ficou ainda acima da média nacional de 7,1% no período. Na região sul, Rio Grande do Sul ficou com 19,9% e Santa Catarina (19,3%). Goiás (13,9%), Pernambuco (13,6%), Bahia (12,3%), São Paulo (11,7%) e Ceará (11,4%) também registraram taxas positivas, enquanto o Nordeste (6,6%), Mato Grosso (5,7%), Rio de Janeiro (5,1%) e Amazonas (3,0%) ficaram abaixo da média nacional.

Reforma e eleições

Por coincidência ou não, cinco dos seis deputados que votaram contra a reforma da Previdência são pré-candidatos a prefeito nas eleições municipais do ano que vem: Aliel Machado (PSB) em Ponta Grossa, Enio Verri (PT) em Maringá, Gleisi Hoffmann (PT), Gustavo Fruet (PDT) e Luciano Ducci (PSB) em Curitiba. Zeca Dirceu (PT), que já prefeito por duas vezes em Cruzeiro do Oeste, não deve disputar o pleito em 2020.

Da Redação ADI-PR Curitiba

Coluna publicada simultaneamente em 20 jornais e portais associados. Saiba mais em www.adipr.com.br