Coluna ADI Paraná
Prêmio do Turismo
Divulgação/PMFI
Gilmar Piolla (Foto: Divulgação/PMFI)

Foz do Iguaçu concorre com seis cases e dois profissionais de destaque no Prêmio Nacional de Turismo, organizado pelo Ministério do Turismo. Entre os projetos selecionados estão: Gestão Integrada do Turismo, #CataratasDay, Festival das Cataratas, Trilha Jovem Iguassu, Revitalização do Marco das Três Fronteiras e Hackatour Cataratas.

Seleção

O paranaense Gilmar Piolla, ex-superintendente da Itaipu Binacional, concorre ao prêmio Profissionais de Destaque. “Foz do Iguaçu é o destino com o maior número de cases selecionados. Sinaliza que estamos no caminho certo e que a Gestão Integrada do Turismo está fortalecida e reconhecida como uma experiência exitosa. É uma honra representar Foz nesse momento tão importante para o desenvolvimento do turismo”, diz Piolla, atual secretário municipal de Turismo.

Voto

Os prêmios serão entregue no dia 4 de dezembro em Belo Horizonte e a escolha dos vencedores é feita por votação na internet até 1º de dezembro no portal do Ministério do Turismo: http://www.turismo.gov.br/últimas-not%C3%ADcias/13131-prêmio-nacional-do-turismo-2019-dirigentes-e-parlamentares.html

Pro Tork

A Pro Tork, líder na produção de motopeças na América Latina, vai investir R$ 100 milhões na construção de uma nova fábrica de pneus em Siqueira Campos, cidade do Norte Pioneiro. Na fase inicial, a partir de janeiro de 2020, serão criados 500 empregos diretos.

Sem extinção

A Confederação Nacional dos Municípios promove na quarta-feira, 20, em Curitiba, o encontro “Todos pelos municípios - ação contra a proposta do de extinção de municípios”. O encontro será a partir das 14h no Hotel Bourbon.

 

Nova direção

O ex-deputado Nereu Moura assume na próxima segunda-feira, 25, a presidência da Fundação Ulysses Guimarães - braço de estudos e pesquisas do MDB-PR. Nereu substitui o deputado Requião Filho, que estava no cargo desde 2015. A posse será 'as 14h na Assembleia Legislativa.

Pimentel prefeito

O vice-prefeito Eduardo Pimentel assumiu o comando da prefeitura de Curitiba até sábado (22), até o retorno do prefeito Rafael Greca (DEM) que está em Barcelona para participar do congresso mundial de Inovação. Entre as principais ações estão a vistoria de obras e a votação na Câmara dos Vereadores do reajuste e do plano de carreira dos servidores.

Polêmica

O senador Oriovisto Guimarães (Pode-PR) chamou a atenção em Brasília. Ele é autor da PEC que prevê a prisão em segunda instância - a proposta está no CCJ do Senado - e relator da PEC Emergencial e já disse que é favorável a proposta de reduzir a jornada e os salários de servidores em até 25%.

Aumenta corrupção

Para 61,4%, a corrupção vai aumentar depois da decisão de STF ter acabado com a prisão em segunda instância, aponta levantamento nacional do Instituto Paraná Pesquisas. Mesmo assim, a decisão não foi considerada importante na vida de brasileiro. Entre os conceitos indiferente (12,2%), pouco importante (12,3%) e nada importante (18,2%), o porcentual somou 42,7%. Muito importante (24,6%) e importante (27,2%) somaram 52,8%.

Imposto de Renda

O senador Flávio Arns (Rede-PR) apresentou projeto de lei que restabelece a cobrança do Imposto de Renda na distribuição de lucros e dividendos pagos ou creditados pelas pessoas jurídicas aos seus sócios e acionistas. A proposta já está pronta para ser votada na Comissão de Assuntos Econômicos e prevê a alíquota será de 15%.

Império da lei

O ministro Sergio Moro (Justiça e Segurança Pública) argumenta que "exigir a punição dos culpados não é vingança, é, sim, império da lei". Moro diz que para "reduzir a impunidade é essencial não só para justiça, mas também para prevenir novos crimes, aumentando os riscos de violação da lei penal". "A prisão em segunda instância representa um alento para os que confiam que o devido processo não pode servir como instrumento para a impunidade e para o avanço do mundo do crime".

Startsups

Startups do agronegócio e educação inovadora são vencedoras do 10º Desafio Paraná de Startups. Monitoramento preditivo de lavouras, desenvolvimento de espaços de cultura maker e uso de drones em sala de aula. Estes são os produtos das respectivas startups vencedoras do concurso promovido pela Fiep.

Da Redação ADI-PR Curitiba

Coluna publicada simultaneamente em 20 jornais e portais associados. Saiba mais em www.adipr.com.br.