A três meses da eleição, Goioerê caminha para candidatura única

A três meses da eleição que vai escolher o próximo prefeito da cidade, Goioerê caminha para um fato histórico: candidatura única.

Essa possibilidade começou lá trás, com a desistência do ex-prefeito Beto Costa – do DEM – que por questões particulares anunciou que está fora das eleições deste ano.

Depois disso, a tese tem crescido, em especial com desistência do médico Adilson Corpa do PP e as constantes afirmações do prefeito Pedro Coelho, de que não será candidato à reeleição.

Dentro dessa proposta, algumas lideranças políticas e também empresariais, defendem o nome do ex-vereador Betinho Lima, atual assessor especial do governador Ratinho Júnior, como o candidato único.

No entanto, para que a tese da candidatura única se concretize,lideranças trabalham para que o DEM abra mão da pré-candidatura de Adilson Brito, servidor da Secretaria de Saúde, que se colocou à disposição do partido para a disputa.

De acordo com o empresário Alexandre Cândido, que também é presidente da ACIG – Associação Comercial e Empresarial de Goioerê, a possibilidade de candidatura única é um avanço e demonstração de maturidade política das lideranças envolvidas no processo.

Alexandre lembra que a escolha desse ou daquele outro candidato, é um direito garantido pelo regime democrático, mas no caso em questão, Goioerê está dando exemplo de unidade. “Vejo com muito bons olhos, até porque o momento em que estamos passando, sugere e precisa de unidade”, comentou ele.

Para a empresária Nilza Pedroso, que gera centenas de empregos na cidade, a candidatura única é uma grande oportunidade para Goioerê avançar. “Esse é o momento de mostrarmos união, sem disputa e sem brigas políticas”, diz ela, acrescentando que com união, Goioerê poderá dar uma grande guinada e ser uma cidade forte e reconhecida em nível estadual e nacional.

Ainda de acordo com a empresária, os tempos são outros e chegou o momento de todos, em especial das classes política e empresarial, lutarem na mesma trincheira e trabalharem por um mesmo projeto, que é o desenvolvimento de Goioerê. “Não podemos perder mais tempos. Se temos a oportunidade de união, vamos marchar unidos, porque juntos, somos mais fortes”, destaca Nilza.

O empresário Devanir Silvério, que é delegado do Sindicato Patronal do Comércio, diz que está se desenhando uma grande oportunidade para Goioerê. “Nós nunca vimos isso antes. Creio que é uma grande oportunidade para que os grupos políticos mostrem que amam a nossa cidade”, disse.

Devanir cita ainda que a disputa eleitoral é salutar, mas por vezes traz dissabores e deixa feridas em quem promoveu a disputa. “Estou torcendo muito por esta candidatura única, porque esse negócio de dividir só traz prejuízo. O momento é de mostrar a força da nossa cidade através da união de todos nós”, acrescentou o empresário.

A ideia de um candidato único a prefeito de Goioerê, também vem sendo comentada nas redes sociais, com a possibilidade de união dos grupos políticos da cidade, ganhando repercussão não só local e regional, mas até mesmo em nível nacional.

À medida que a eleição se aproxima, as lideranças ampliam as conversações, não só entre os grupos, mas ouvindo segmentos da sociedade, para construir um planejamento, visando o crescimento unificado de Goioerê.

Na opinião de observadores políticos, o movimento por união de forças em Goioerê, demonstra maturidade da classe política, na busca de construir um consenso no qual os interesses coletivos se sobreponham aos individuais, garantindo que a cidade possa escrever uma nova história e viver um novo tempo.

 

 

Siga nossa página no facebook: facebook.com/gazetagoioere

E nosso Instagram: @gazetagoioere

Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a equipe da Gazeta Regional pelo WhatsApp (44) 3522-2537 ou entre em contato pelo (44) 3522-2537.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!