Educação

Prefeitura busca fortalecer parceria com IFPR para desenvolver Goioerê

O prefeito de Goioerê, Pedro Coelho, se reuniu na última sexta-feira, com o diretor do Instituto Federal do Paraná (IFPR), oportunidade em que os dois discutiram a possibilidade de fortalecer as parcerias da prefeitura com o órgão, visando avançar no desenvolvimento da cidade.

De acordo com o prefeito, um dos passos que já vem sendo trabalhado, é a emancipação do campus avançado, garantindo que o mesmo seja independente, podendo oferecer mais cursos, inclusive superiores, e também contratar mais professores.

Outro benefício, é que o campus também poderia aumentar o número de servidores, com a contratação de até 70 professores e 45 técnicos administrativos.

A direção do IFPR diz que essas possibilidades são reais, porém, é preciso a união das lideranças políticas, das entidades de classes e a população de um modo geral, com o objetivo de alcançar efetivamente essa emancipação, além é claro, da previsão orçamentária do Governo Federal.

Ao receber a visita do prefeito, o diretor do IFPR de Goioerê, Marcos Paulo Rosa, destacou a importância do contato e a intenção de buscar esta aproximação do IFPR com a prefeitura. “Essa aproximação é muito boa e com isso esperamos somar forças, visando gerar o desenvolvimento da cidade de Goioerê, já que onde há IFPR há desenvolvimento”, disse ele.

Ainda de acordo com o diretor, ao firmar essa parceria, é possível que prefeitura e IFPR consigam avançar em outras perspectivas. “As parcerias são sempre bem vindas e com elas a gente pode desenvolver novos projetos, inclusive integrando os alunos às ações e programas desenvolvidos pela administração municipal”, frisou.

Novo bloco didático – Dentro da proposta de se tornar um campus independente, o IFPR de Goioerê construindo um novo bloco didático com 936 metros quadrados de área e ainda uma quadra poliesportiva.

A obra, segundo a direção do Instituto, terá um custo de cerca de R$ 1,9 milhão. Os recursos são frutos de emenda da bancada paranaense, que tem sido parceira do IFPR no estado.

Dentro do novo bloco didático estão previstas seis salas de aula e três laboratórios. O diretor Marcos Rosa acredita que as obras vão consolidar o Campus do IFPR de Goioerê, que terá mais força para buscar sua emancipação. “Com certeza. Com essas obras, vamos trabalhar ainda mais para que a emancipação aconteça”, diz ele.