Policial

Polícia segue sem pista de taxista desaparecido

A polícia de Goioerê segue sem pistas do taxista Raimundo José de Souza – conhecido como ‘Doca’ – que teria sido vítima de um assalto no sábado pela manhã. Doca estava no Ponto da Rodoviária, quando teria sido contratado por três rapazes.

Segundo as informações, após passar por Moreira Sales, o taxista teria parado com os ladrões na agência da Caixa, onde foi sacado dinheiro. Em seguida, o veículo parou no Posto Cavalo Branco, na rodovia PR-323, na região de Umuarama.

De acordo com a polícia, o veículo GM Spin, foi recuperado pelo Batalhão da Fronteira da Polícia Militar. Os policiais desconfiaram do veículo por volta das 20 horas de sábado e o condutor acabou abandonando-o ao perceber a aproximação da viatura policial. O indivíduo moreno, magro, com camisa de cor preta, fugiu pulando muros e cercas.

A polícia trabalha com a possibilidade de que o taxista esteja vivo e possivelmente amarrado às margens de alguma estrada rural, não tendo conseguido se desvencilhar por causa da idade.

Qualquer informação sobre o paradeiro do taxista pode ser repassada para a Polícia Militar, pelo telefone 190, ou para a Polícia Civil de Goioerê, pelo telefone (44) 3522-1137.