• terça, 11 de dezembro de 2018
  • Versão Impressa
  • Fale Conosco
  • 32º C

    Goioerê, 11 de dezembro de 2018

    Hoje

    32º C Ensolarado

    33º C 22º C

    Esta semana

    33º C 22º C
    33º C 23º C
    34º C 24º C
    34º C 24º C
Saúde

Dengue: índice de infestação é de 1,1%, mas saúde segue em alerta

O índice de infestação do mosquito que transmite a dengue está 1,1% em Goioerê. Os números são do último Lira – Levantamento Rápido de Infestação do Aedes Aegypti, cujos dados foram divulgados quinta-feira. No entanto, foram encontrados focos do Aedes albopictus, mosquito que é capaz de carregar o vírus da febre amarela, com o mesmo apresentando índices de 0,2% de infestação.

De acordo com Tatiane Ribas, que coordena a equipe de combate à dengue, os focos foram encontrados em alguns pontos da cidade, onde não havia essa expectativa.

Ela cita que é a primeira vez que os agentes encontram essa espécie de Aedes, uma vez que ele é característico da zona rural, principalmente das margens de rios e córregos.

A presença desse mosquito na cidade deve servir de alerta para a população, que precisa estar mais atenta, tomando os cuidados necessários para que não haja proliferação do mesmo.

Dengue – Com relação ao índice de infestação do Aede aegipty, transmissor da dengue, Tatiane lembra que embora sendo baixo e estando dentro do aceitável pela OMS – Organização Mundial de Saúde - a população precisa manter os cuidados de sempre para que não haja proliferação do mosquito.

De acordo com ela, 80% dos imóveis foram visitados pelos agentes de endemias, o que corresponde a cerca 10 mil residências e domicílios comerciais.

O bairro com maior foco do Aedes aegipty foi o Jardim Curitiba, que somou 17% do total do índice levantado. “Nós continuamos pedindo o apoio da população e a colaboração da comunidade para que possamos seguir sem dengue”, comenta Tatiane.

Ela lembra que entre os cuidados, a população não pode deixar água parada em pneus velhos, vasos, copinhos plásticos e outros utensílios que possam servir de local para a reprodução do mosquito.