Goioerê pede socorro

Goioerê pede socorro I

Goioerê entrou para o mapa das cidades com epidemia de dengue. Já são cerca de 70 casos confirmados, mais de 80 aguardando resultados de exames laboratoriais e outras centenas de registros suspeitos.

Goioerê pede socorro II

A Secretaria Municipal de Saúde vem fazendo bloqueios e alertas para a população, mas isso apenas não é suficiente, pois caso não haja colaboração da população, limpando seus quintais e eliminando água parada, o estrago poderá ser grande.

Recurso resgatado I

O vereador Agilson Flausino, distribuiu nota esta semana, informando que a emenda no valor de R$ 300 mil, segundo ele, perdia pela prefeitura em 2019, foi recuperada através de gestões feitas junto ao deputado federal e secretário de Estado da Infraestrutura e Logística, Sandro Alex.

Recurso resgatado II

De acordo com o vereador, o recurso foi garantido em outubro de 2019, mas acabou não entrando nos cofres do município, porque a prefeitura pediu de 6 a 9 meses para fazer o projeto. “Infelizmente perdemos esse dinheiro no ano passado, mas já recuperamos para 2020”, diz ele.

A prefeitura errou I

Um erro de redação, detectado por técnicos da Caixa Econômica Federal, poderá atrasar e até inviabilizar a aprovação, no primeiro semestre deste ano, de projeto que autoriza a prefeitura de Goioerê a contrair financiamento de R$ 10 milhões para obras de pavimentação asfáltica e construção de ciclovias.

A prefeitura errou II

O projeto foi aprovado no ano passado pela Câmara de Vereadores e segundo a prefeitura, os R$ 10 milhões serão investidos na pavimentação de ruas, mas o projeto encaminhado para a Caixa Econômica, informava que seria para readequação de logradouros e praças.

Chapa única

Ao que tudo indica, a eleição para escolher a nova diretoria da ACIG – Associação Comercial de Goioerê, terá chapa única. O empresário Alexandre Cândido, atual presidente, deverá ser reconduzido ao cargo. A eleição está marcada para o próximo dia 13 de março.

Ernani mostra serviço I

Já está na conta da Santa Casa de Goioerê, os R$ 850 mil liberados pelo governo federal, através de gestões do vice-prefeito Ernani Leite. São R$ 500 mil vindos de emenda do ex-deputado federal Dilceu Seperafico, R$ 200 mil do deputado Ricardo Barros e R$ 150 mil do Schiavinato.

Ernani mostra serviço II

O vice-prefeito cita que os recursos são frutos de um trabalho muito bem articulado, da direção do PP – Partido Progressista e a Santa Casa. Em três anos, Ernani Leite viabilizou cerca de R$ 2,5 milhões para a Santa Casa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!