Gazeta Regional

Fale Conosco - Edição em PDF - Expediente


Transferência de presos deverá aliviar superlotação da Cadeia

A Polícia Civil espera que a transferência de detentos já condenados para a Penitenciária Estadual de Cruzeiro do Oeste (PECO) possa aliviar a superlotação da Cadeia Pública de Goioerê. Conforme informações da Secretaria de Estado de Justiça, cerca de 25 homens que estão em reclusão na cidade devem ser remanejados para o presídio, parcialmente desafogando o fluxo de presos na cadeia, que hoje conta com mais de 90 detentos. 

Na madrugada de ontem, cerca de 33 presos que estavam na 16ª Subdivisão Policial de Campo Mourão foram transferidos para a PECO. A transferência foi realizada sob forte esquema de segurança, montado pelas Polícias Civil e Militar. 

A Secretaria de Estado de Justiça (Seju) vem cumprindo o programa de transferência de 657 detentos custodiados em delegacias de polícia de toda a região para a Penitenciária de Cruzeiro do Oeste. Vindos de 22 cidades, os presos condenados ao regime fechado já começaram a ocupar a nova unidade.

Num primeiro momento a Seju está transferindo 657 detentos que estão em delegacias da região noroeste. Essa mudança está ocorrendo aos poucos com o objetivo de desafogar as carceragens das delegacias dos 22 municípios. Além de Goioerê e Campo Mourão, serão levados presos de Alto Piquiri, Altônia, Cianorte, Cidade Gaúcha, Cruzeiro do Oeste, Guaíra, Icaraíma, Iporã, Loanda, Mamborê, Peabiru, Pérola, Santa Izabel do Ivaí, Umuarama, Terra Boa, Xambrê, São Jorge, Nova Olímpia, Rondon e Tapejara. 

Facebook



Previsão do Tempo




Edição em PDF


PDF da Edição 2353

Publicidade



© 2011-2012 - Gazeta Regional - Goioerê
É proibido a reprodução de qualquer conteúdo do site em qualquer meio de comunicação sem autorização por escrito de Gazeta Regional.

iData7 - Soluções em Tecnologia